G (física): diferenças entre revisões

33 bytes adicionados ,  13h10min de 3 de junho de 2015
Existe um coeficiente chamado de '''''tolerância-g''''', que é um coeficiente que calcula a ''força-g'' tolerável para o ser humano. Dependendo do grau de inclinação do móvel, é possível treinar. Quanto mais perto vai chegando do limite da tolerância-g, as chances da pessoa apresentar problemas cardiovasculares aumentam drasticamente.
 
A tolerância humana depende da magnitude da força-g, dependendo da duração, da intensidade e do local onde é aplicada essa força. O corpo humano é flexível e deformável, como ocorre quando uma pessoa recebe um tapaestalada no rosto. Assim provocando vibração.
 
Um aeronave pode obter dois tipos de força-g: a ''força-g vertical'' e ''força-g horizontal''. A força-g vertical acontece quando a aeronave sobe totalmente em posição ereta, tanto subindo quanto descendo. Isto causa uma variação significativa na [[pressão sanguínea]] ao longo do corpo, o qual só tolera um certo limite. Caso esse limite seja ultrapassado, irá acontecer a perda de consciência. Uma pessoa normal aguenta cerca de uma [[aceleração]] de ''5 g'' (ou 50  m/s²), ocorrendo o enrijecimento dos músculos devido a força que o sangue exerce na volta do cérebro. Os atuais pilotos, principalmente os de caças supersônicos, são capazes de aguentar uma aceleração de ''9 g'' (90 m/s²) por um período de tempo maior da de uma pessoa normal.
Utilizador anónimo