Abrir menu principal

Alterações

5 bytes removidos ,  00h21min de 4 de junho de 2015
m
Reversão de uma ou mais edições de 138.97.98.113 para a versão 42443498 de Vitor Mazuco, com Reversão e avisos.
== Definição e composição ==
[[Ficheiro:Turbulent skies.jpg|thumb|200px|left|Céu turbulento]]
11111OO céu envia-nos cerca de 10% da luz do [[Sol]] durante o dia. O seu brilho deve-se à difusão da luz do Sol pelas moléculas na atmosfera. Quando olhamos para o céu, estamos a ver apenas os raios de Sol que foram desviados pelas moléculas da atmosfera de tal modo que ficam exactamente direccionados para os nossos olhos.
 
Algumas partículas e moléculas da [[atmosfera]] (algumas resultando de [[poluição]] atmosférica) têm a capacidade de difundir a radiação solar em todas as direcções. Certas partículas são mais efectivas a difundir luz com um determinado comprimento de onda de luz (é a difusão selectiva - difusão de [[Dispersão de Rayleigh|Rayleigh]]). É o caso das moléculas do [[ar]], como o [[oxigénio]] e o [[azoto]], que são de pequena dimensão e por isso difundem com mais eficiência luz com comprimentos de onda curtos (''[[azul]] e [[violeta]]'').