Transtorno de personalidade: diferenças entre revisões

1 byte removido ,  09h01min de 4 de junho de 2015
m
Foram revertidas as edições de 41.76.147.5 para a última revisão de Fasouzafreitas, de 13h28min de 27 de maio de 2015 (UTC)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 41.76.147.5 para a última revisão de Fasouzafreitas, de 13h28min de 27 de maio de 2015 (UTC))
Os indivíduos que estão neste grupo, costumam ser apelidados como esquisitos, isolados socialmente, frios emocionalmente, inexpressivos, distantes e muito desconfiados. Este grupo está mais propenso a desenvolver sintomas psicóticos.
 
:* [[Transtorno de personalidade esquizoide]] ― Indivíduos isolados socialmente, não expressam ou vivenciam emoções como alegria ou raiva, frios emocionalmente, indiferentes e não fazem questão de manter laços afetivos com outras pessoas, sendo assuimassim, vistos como independentes emocionalmente. São muito introspectivos, e muitas vezes não têm amizades. Não anseiam por tais relacionamentos e geralmente preferem viver sozinhos e isolados. (''Não'' confundir com [[depressão nervosa]] grave.)
 
:* [[Transtorno de personalidade esquizotípica]] ― Pessoas com as mesmas características ao esquizoide, contudo, estão mais próximas à [[esquizofrenia]]. Desconfiados, alguns podem acreditar que têm poderes especiais, outros podem ser supersticiosos e cheios de "manias", sendo que geralmente possuem crença excessiva ou fanatismo religioso. Frequentemente participam de seitas excêntricas, ou acabam por se apegar excessivamente a alguma forma de "ocultismo" ou religiosidade, muitas vezes tornam-se fanáticos religiosos que passam a vida a "pregar" seus conceitos de forma exagerada, acreditando serem escolhidos por alguma entidade divina ou, ocasionalmente, acreditam sentir presença ocultas, ouvir vozes e chamados do além, entre outros comportamentos próximos às psicoses. (''Não'' confundir com [[esquizofrenia]].)
8 731

edições