Escifato: diferenças entre revisões

29 bytes adicionados ,  06h42min de 27 de junho de 2015
sem resumo de edição
'''Escifato''' ou '''''scyphate''''' é um termo frequentemente usado na [[numismática]] para referir-se as [[moedas bizantinas]] côncavas ou "em forma de taça" dos séculos XI-XIV. Seu uso surgiu no {{séc|XIX}}, quando o termo ''scyphatus'', atestado em documentos do [[sul da Itália]] dos séculos XI-XII, foi erroneamente interpretado como derivando da palavra grega ''skyphos'' (σκύφος, "copo"). Na realidade, o termo provavelmente deriva da palavra árabe xafá (''shafah''), "borda, aro", e refere-se a borda distintiva e conspícua dos primeiros [[histameno]]s de ouro.{{harvref|Grierson|1999|p=59}}{{harvref|Kazhdan|1991|p=1857}} Devido a este mal-entendido, o termo "escifato" tem sido amplamente aplicado para as moedas côncavas de [[ouro]], [[prata]] e [[cobre]] do [[Império Bizantino]] tardio e as emissões estrangeiras que o imitaram. Estas moedas são mais corretamente designadas como "[[traqueia (moeda)|traqueia]]" (singular: "traqui", do grego τραχύ, "áspero, desigual").{{harvref|Kazhdan|1991|p=1857, 2101}}
 
<div align="center">