Diferenças entre edições de "Vinte Mil Léguas Submarinas"

806 bytes removidos ,  17h42min de 27 de junho de 2015
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.18.16.155 (Achismos e erros ortográficos), com Reversão e avisos.
(Vinte Mil Léguas Submarinas)
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 177.18.16.155 (Achismos e erros ortográficos), com Reversão e avisos.)
Esta obra, como a grande maioria das obras de [[Júlio Verne]], é muito fundamentada com os conhecimentos da altura (meados do século XIX), conjuntamente, claro, com a rica e vasta imaginação de Verne.
 
Verne, em ''Vinte Mil Léguas Submarinas'', consegue criar literariamente um [[submarino]], o [[Náutilus]], (Espadacompletamente deautónomo luz,do emmeio traduçãoterrestre, literalmovido desomente origema grego[[electricidade]]. -O romana)engenheiro, completamentedono autônomoe docapitão meiode terrestretal feito, movidoé somente ao [[electricidadecapitão Nemo]], maisque precisamentecom emsua traduçãotripulação cortaram todas as relações com os continentes e com a humanidade. Vivem somente do autorque antigoo mar lhes dá, "eletroa comida, a matéria prima que necessitam para a produção de [[electricidade]], tudo vem do magnético"mar.
 
Mas a humanidade não conhece a existência desta obra prima de [[engenharia]] que o capitão Nemo criou em segredo pois tem receio de entregá-la, e virar arma mortífera nas mãos humanas, é quando este com ou sem intenção e em defesa pessoal, como um tubarão se defendendo, começou a provocar estragos em navios e embarcações, quando então o mundo começou a temê-lo, imaginando-o como um monstro marinho, um [[narval]] gigante, um super tubarão o "Leviatã", lendário, começando assim a caça à [[quimera]].
O engenheiro e dono da embarcação. armador e capitão de tal feito e "inventor" e Matemático - cientista, é o [[capitão Nemo]] (Capitão Tempo, em tradução grego romana), que com sua tripulação cortaram todas as relações com os continentes e com a humanidade tendo uma base própria em região do Pacífico denominada de Vulcânea (um Atol do Pacífico).
 
[[Professor Aronnax]], naturalista francês, Conseil, seu criado, e Ned Land, arpoador exímio de nacionalidade canadiana, partem no navio ''Abraham Lincoln'' da marinha norte-americana, juntamente com toda a sua tripulação, com o intuito de caçar o Leviatã, este monstro mitológico e livrar os mares de tal aberração do Abissal.
Vivem somente do que o mar lhes dá, a comida, a matéria prima que necessitam para a produção de [[electricidade]], mais precisamente a eletro magnetismo do mar, tudo vem do mar.
 
No contacto com o monstro, o ''Abraham Lincoln'' é danificado até ao ponto de não conseguir prosseguir viagem. Aronnax, Conseil e Ned Land, são atirados ao mar onde são recolhidos pelo [[submarino]] (Leviatã para eles e Náutilus para equipagem), e assim feitos prisioneiros, mas com a liberdade de poderem andar à vontade neste navio que navega abaixo do nível do mar.
Mas a humanidade não conhece a existência desta obra prima de [[engenharia]] que o capitão Nemo criou em segredo pois tem receio de entregá-la e virar arma mortífera nas mãos humanas, é quando este com ou sem intenção e em defesa pessoal, como um tubarão se defendendo, começou a provocar estragos em navios e embarcações, quando então o mundo começou a temê-lo, imaginando-o como um monstro marinho, um [[narval]] gigante, um super tubarão o "Leviatã", lendário, começando assim a caça à [[quimera]].
 
[[Professor Aronnax]], naturalista francês, Conseil, seu criado, e Ned Land, arpoador exímio de nacionalidade canadiana, partem no navio ''Abraham Lincoln'' da marinha norte-americana, juntamente com toda a sua tripulação, com o intuito de caçar o Leviatã, este monstro mitológico e livrar os mares de tal aberração do Abissal.
 
No contacto com o monstro, o ''Abraham Lincoln'' é danificado até ao ponto de não conseguir prosseguir viagem. Aronnax, Conseil e Ned Land, são atirados ao mar onde são recolhidos pelo [[submarino]] (Leviatã para eles e Náutilus para equipagem), e assim feitos prisioneiros, mas com a liberdade de poderem andar à vontade neste navio que navega abaixo do nível do mar.
Durante vários meses, o Náutilus percorreu dezenas de milhares de [[quilómetro]]s sob as águas, passando por variadíssimos lugares e peripécias. O título do livro se refere a essa distância, existindo divergências na unidade da Légua moderna que equivale a Milha Marítima de 2(dois) quilômetros eusando a unidade arcaica [[légua]].<ref>A equivalência 1 légua = 4 km é dada explicitamente em uma parte do livro (''lieues de quatre kilomètres'') e confirmada por várias distâncias que são dadas em ambas as léguas e milhas (''milles''). Estas são milhas náuticas, que por sua vez é confirmada por uma passagem dando o total de área da superfície da Terra como sendo de 37,657,000 "milhas" quadradas ou 129,160,000 km².</ref>, devido ao espaço relatado na Obra.
{{spoiler-fim}}