Abrir menu principal

Alterações

A primeira Conferência das Partes (COP-1) ocorreu em [[1995]] na cidade de [[Berlim]] e nela foi firmado o Mandato de Berlim, no qual os países do Anexo I assumiram maiores compromissos com a estabilização da concentração de GEE, por meio de políticas e medidas ou de metas quantitativas de redução de emissões.
 
Em [[1997]] na cidade de [[Quioto]] foi aprovado o [[Protocolo de Quioto]], que obedeceu asàs diretrizes do [[mandato de Berlim]] e deu maior ênfase às metas quantitativas como forma de minimizar os custos de mitigação em cada país. Com este objetivo também foram estabelecidos mecanismos como o [[Mecanismo de Desenvolvimento Limpo]] (MDL), que viabiliza tanto a diminuição de emissões em países do não Anexo I quanto a transferência de recursos dos países do Anexo I aos países em desenvolvimento.
 
A definição das regras operacionais do Protocolo de Quioto foi parte de um processo conturbado. Primeiramente, a Conferência das Partes realizada em novembro de [[2000]] em [[Haia]] (COP 6) foi suspensa devido à divergência de opiniões entre os EUA e países europeus. No início de [[2001]], os [[EUA]] anunciaram que não iriam participar das negociações de implementação do Protocolo de Quioto.
Utilizador anónimo