Família Pamphili: diferenças entre revisões

20 bytes removidos ,  3 de julho de 2015
ajustes
m
(ajustes)
[[File:Coa fam ITA pamphili.jpg|150px|right|thumb|Brasão da família Pamphili.]]
[[Image:Bra emb roma.jpg|thumb|300 px|O [[Palazzo Pamphilj|Palazzo Pamphili]] em Roma.]]
Os '''Pamphili''' (muitas vezes grafado '''Pamphilj''') são uma das famílias papais profundamente enraizadas na [[Igreja Católica Romana]], na política romana e italiana dos séculos XVI e XVII. <ref>[http://www.telegraph.co.uk/family/6348571/Who-will-inherit-the-Doria-Pamphilj-familys-legacy.html The Telegraph - Who will inherit the Doria Pamphilj family's legacy?]</ref>
 
 
== História da família ==
O sobrenome Pamphili originou-se em [[Gubbio]] e passou para [[Roma]], sob o pontificado do papa [[Papa Inocêncio VIII|Inocêncio VIII]] (1484-1492).
O auge do poder dos Pamphili veio com a eleição de Giovanni Battista Pamphili como Papa Inocêncio X, que reinou entre [[1644]] e [[1655]].<ref>{{citar web|URL=http://www.treccani.it/enciclopedia/pamphili_res-38a71eb2-8bb5-11dc-8e9d-0016357eee51_(Enciclopedia-Italiana)/|título=PAMPHILI|autor= Armando Lodolini|data=|publicado=Enciclopedia Italiana (1935)|acessodata=}}</ref> Tal como o reinado de seu predecessor, o papa [[Papa Urbano VIII|Urbano VIII]] (da [[família Barberini]], igualmente papal), o domínio de Inocêncio X foi repleto de exemplos de [[nepotismo]].
 
Os seguintes membros da família foram criados cardeais:<ref name="Papal Genealogy" />
*[[Benedetto Pamphili]], filho de Camillo Pamphili e Olimpia Aldobrandini, criado cardeal por [[Inocêncio XI]] em [[1681]].
 
Como outras famílias nobres italianas, os Pamphili compraram propriedades (''palazzo'' ou "palácios" e outras propriedades) e criaram auto-intitulados principados. Os membros da família regularmente tinham títulos régios concedidos a eles por patriarcas ou matriarcas da família. Olimpia Maidalchini, recebeu o título honorífico de ''Princesa de San Martino'', efetivamente transformando o pequeno enclave de [[San MartinoMarino]] em um principado em seu próprio direito. Depois que deixou o cardinalato para se casar, Camillo Pamphili recebeu os títulos ''Príncipe de San Martino'' e ''Príncipe de Valmontone'' (ele comprou a [[comuna italiana]] de [[Valmontone]] em [[1634]] da família Barberini).<ref name="Papal Genealogy" />
 
=== Árvore genealógica ===
 
== Guerras de Castro ==
Entre [[1639]] e [[1649]], os Pamphili combateram nas [[Guerras de Castro]] ao lado dos Barberini contra os [[Ducado de Parma e Piacenza|duques de Parma]] [[Farnese]] que controlavam [[Castro (Viterbo)|Castro]] e suas áreas vizinhas. O conflito se alastrou primeiramente sob o Papa Urbano VIII Barberini e mais tarde sob o Papa Inocêncio X Pamphili.
 
O Papapapa Urbano VIII morreu em [[1644]] apenas dois meses depois que um acordo de paz foi assinado entre as famílias papais e duques. O Papapapa Inocêncio X foi eleito para substituí-lo. Inocêncio começou a investigar as finanças relacionadas com o conflito que haviam sido administradas pelos Barberini. Vários membros da família Barberini foram forçados ao exílio, mas posteriormente reconciliaram-se com o papado e com os Pamphili pelo casamento de Maffeo Barberini (filho do exilado [[Taddeo Barberini]]) e [[Olimpia Giustiniani]], uma sobrinha do Papapapa Inocêncio X.
 
Sob as ordens de Inocêncio X, Castro foi arrasada em [[2 de setembro]] de [[1649]] por tropas do Exército Papal e jamais foi reconstruída.
 
{{referências|Notas e referênciascol=2}}
 
{{Casas reais da Europa}}
42 904

edições