Abrir menu principal

Alterações

80 bytes adicionados ,  18h24min de 4 de julho de 2015
atualizações
;Na academia
 
Nas universidades, boa parte dos cursos de formação em cinema transformaram-se, nos últimos anos, em cursos de audiovisual, como é o caso do ''Curso Superior do Audiovisual'' da [[Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo|USP]] em São Paulo (que era "de cinema e televisão" até 2000), do ''[[Curso de Realização Audiovisual]]'' da [[Unisinos]] no [[Rio Grande do Sul]] (criado em 2003) e do ''Curso de Comunicação Social Audiovisual'' da [[Universidade Federal do Espírito Santo|UFES]] em [[Vitória (Espírito Santo)|Vitória]] (2010). No Rio de Janeiro, o tradicional ''Curso de Cinema'' da [[UFF]] optou pela denominação híbrida de ''Curso de Cinema e Audiovisual'', bem como o Curso de Cinema e Audiovisual da [[Universidade Federal do Ceará|UFC]], no Ceará.
 
;Nos festivais
 
A maioria dos festivais consagrados à exibição de obras audioviduais continua adotando as denominações "de cinema" ou "de vídeo", eventualmente combinando as duas possibiidades. Mas são cada vez mais comuns eventos como o [[Cine PECeará]] -realizado Festivalanualmente do Audiovisual]] deem [[RecifeFortaleza]] (criado em 1997) ou o [[Festival Audiovisual Black & White]] no [[Porto]] (2004), inclusive para sinalizar a aceitação de obras realizadas em qualquer tecnologia. Eventos com a denominação "festival do audiovisual" já ocorrem periodicamente em [[Florianópolis]] (desde 1997), [[Atibaia]] (desde 2006), [[Patos (Paraíba)]] (desde 2007), etc.
 
;Na gestão cultural
Utilizador anónimo