Diferenças entre edições de "Margarida de Borgonha, Duquesa da Baviera"

sem resumo de edição
| local de nascimento =
| data da morte = {{morte|08|03|1441||10|1374}}
| local da morte = [[Le Quesnoy]], [[Norte (departamento)|Nord]], [[França]]
| data de enterro =
| local de enterro =
| brasão =
}}
'''Margarida de Borgonha''' (outubro de 1374 — Le Quesnoy, 08 de março de 1441) foi duquesa da Baviera como esposa do duque [[Guilherme II da Baviera|Guilherme II]].<ref>Vaughan, Richard. ''Philip the Good: The Apogee of Burgundy, Volume 3''. Martlesham, RU: Boydell Press, 2002. pp. 439. ISBN 0851159176</ref>
 
Foi a terceira criança e primeira filha dos nove filhos de [[Filipe II da Borgonha|Filipe, o Audaz]], e [[Margarida III da Flandres|Margarida II, condessa de Flandres]].<ref>Vaughan, Richard. ''Philip the Bold: The Formation of the Burgundian State, Volume 1''. Martlesham, RU: Boydell Press, 2002. pp. 86. ISBN 085115915X</ref> Seu pai usou os casamentos de seus filhos para atingir suas metas de longo alcance. Em consonância com esta estratégia, Margarida e seu irmão João foram casados em um matrimônio duplo com Guilherme da Baviera e sua irmã [[Margarida da Baviera|Margarida]]. Este casamento, celebrado em 12 de abril de 1385 em Cambrai, teria mais tarde influenciar na união de Hainaut e Holanda com Borgonha e Flandres, como realizado pelo sobrinho de Margarida, [[Filipe III de Borgonha|Felipe, o Bom]].<ref>Smedley, Edward. ''The History of France: From the Final Partition of the Empire of Charlemagne, A.D. 843, to the Peace of Cambray''. Baldwin and Cradock, 1836. pp. 244.</ref>