Abrir menu principal

Alterações

Desfeita a edição 42813805 de Hyju
}}
A '''Era de Ouro da banda desenhada''' (no [[Brasil]], '''histórias em quadrinhos''') foi um período na história da [[Banda Desenhada|banda desenhada]] (história em quadrinhos) [[estadunidense]]s (chamada de [[comics]]), geralmente situado entre [[1938]] e meados dos [[Década de 1950|anos 50]] do século XX, durante o qual o estilo obteve grande popularidade. Nesse período foi inventado e definido o gênero dos [[super herói|super-heróis]], com a estréia de alguns personagens mais conhecidos do gênero. O formato comic book foi criado em 1933 por Max Gaines. Essas primeiras revistas traziam reimpressões de histórias publicadas anteriormente em jornais no formato de [[tira de jornal|tiras]]. A Era se inicia em 1938, com o lançamento do [[Superman]] na primeira edição da revista [[Action Comics]] da National Periodical Publications. O sucesso de Superman faz com que surjam vários outros [[super-herói]]s. A Era de ouro terminou abruptamente em 1954, com a criação de uma entidade reguladora das revistas de banda desenhada, o [[Comics Code Authority]]. Com isso várias editoras decretam falência<ref name="bronze"/>.
{{Limpar}}
== História ==
[[Imagem:BlackTerror1001.jpg|thumb|left|Exemplo de banda desenhada ambientada na Segunda Guerra Mundial - ''Black Terror #10'']]
 
A partir da reformulação de vários super-heróis da era dourada, iniciada no fim dos anos 50 e no início dos anos 60 pelas Editora [[DC Comics]] e [[Marvel]], que relançaram o [[Barry Allen|Flash]], o [[Hal Jordan|Lanterna Verde]], o [[Gavião Negro]], [[Capitão América]], [[Namor]], [[Tocha Humana Original]] e [[Ka-Zar]],<ref>{{citar livro|autor=Jeet Heer,Kent Worcester|título=A comics studies reader|editora=Univ. Press of Mississippi|ano=2009|páginas=89|id=ISBN 1604731095, ISBN 9781604731095}}</ref>, por exemplo, foi iniciada um novo período de sucesso que foi chamado de [[Era de Prata da Banda Desenhada|Era de Prata]].<ref name="hiper">{{citar web|url=http://omelete.com.br/quadrinhos/hipertempo-mais-que-um-multiverso/|titulo=Hipertempo: mais que um multiverso|autor=Marcus Vinicius de Medeiros|data=27 de Julho de 2000 |publicado=[[Omelete (site)|Omelete]]|acessodata=}}</ref>
 
{{Limpar}}
== Fim da Era ==
[[Imagem:AdventuresIntoDarkness1401.jpg|150px|thumb|Exemplo de revista de terror da Era de Ouro - ''Adventures Into Darkness #14'']]
Há alguma controvérsia sobre quando a Era de ouro termina. Alguns eventos nos dão algumas orientações como:
 
 
* Em 1954. A publicação do livro [[Seduction of the Innocent]] do Dr. Fredric Wertham. Argumentando que a banda desenhada (comics de super-heróis, especialmente, terror e crime) promoveria a delinquência entre os jovens leitores, ele recebe uma grande resposta por parte dos pais, e cria um clima desfavorável para as revistas<ref>[[Gonçalo Junior]], [[Companhia das Letras]], A guerra dos gibis: a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964, 2004. ISBN 8535905820</ref> . Em resposta, os editores organizam o [[Comics Code Authority]], que passa a controlar as revistas a partir de um código muito rigoroso de moralidade, caso contrário, ficariam sem distribuição <ref name="bronze"/>. Alguns pesquisadores chamam esse período de [[interregno]] ou "Era atômica" (1946-1955).<ref>{{citar livro|autor=George Kovacs, C. W. Marshall|título=Classics and Comics|editora=Oxford University Press|ano=2011|páginas=10|id=9780199792368}}</ref>
 
{{Limpar}}
== Artistas mais famosos da Era de Ouro ==
 
111 920

edições