Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 02h42min de 16 de julho de 2015
Esta tendência ao [[anticlericalismo]] foi agravada pela alegada crise da autoridade espiritual do Papa no tempo da [[Reforma católica]] e da [[Reforma Protestante]], levando à fragmentação do catolicismo e, consequentemente, à ruptura da unidade do [[Cristianismo|Cristianismo Ocidental]]. Alimentado pelo desenvolvimento das [[Humanismo|doutrinas humanistas]] e da ciência contemporânea, o anticatolicismo assumiu um papel predominante nas guerras religiosas que varreram a Europa no {{séc|XVII|x}}, o que viria a definir o novo mapa religioso europeu. Assim sendo, muitos países da Europa abandonaram o catolicismo e aderiram aos princípios da Reforma Protestante.
 
Em tempos mais recentes, o anti-catolicismo assumiu várias formas, incluindo a perseguição de católicos como membros de uma minoria religiosa em algumas localidades, agressões por parte dos governos contra eles, discriminação, profanação de igrejas e santuários, e ataques virulentos ao clero e [[leigo]]s.
 
== A Igreja moldou a sociedade ocidental ==
A Igreja, na verdade moldou a sociedade ocidental e impactou
enormemente na oriental. De forma resumida: A Igreja assumiu o poder
político em substituição ao Império Romano, moldando a sociedade
meritocrática e cristocentricamente. A Igreja iluminada pelo Espírito
Santo de Jesus, em grande contraste com a era antiga,inaugurou uma coisa
<nowiki> </nowiki>chamada Caridade(Amor). "Amparai o órfão e a viúva" e a Igreja criou o
Orfanato, "curai os doentes e amparai os pobres"; e a Igreja criou os
hospitais. "Ide e ensinai à todos" e a Igreja criou sistema de Ensino
primário nas paróquias,e a primeira Universidade, e sempre à sombra das
Catedrais. A Escravidão foi extinta (a escravidão retornou a partir do
renascentismo) e a mulher valorizada. Na idade média também foram
lançadas todas as bases para as ciências modernas. A Igreja é tão
monumental e esplêndida que é difícil descreve-la.
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo