Diferenças entre edições de "A Hiena dos Mares"

2 bytes removidos ,  15h55min de 24 de julho de 2015
 
==Sinopse==
Em 1834, o proprietário do navio mercante Pilgrim, Gordon Stewart, fica feliz com o tirânico capitão Thompson expulso da Marinha que consegue chegar ao porto de Boston mais uma vez antes do previsto. O capitão quer partir logo, pedindo pressa no carregamento e alistamento de nova tripulação. Com a dificuldade de conseguir marinheiros, os oficiais liderados pelo rude Imediato Amazeen vão para os arredores do porto capturando todos os homens que encontram para levá-los a bordo. Dentre eles está o jovem perdulário e dissoluto Charles Stewart que, ao discutir com Amazeen num bar, é espancado e levado também. No mesmo lugar está [[Richard Henry Dana Jr.]] que pede para ir voluntariamente. Ao acordar em alto-mar, Charles se identifica como filho do dono do navio e pede para ser enviado de volta, mas o capitão se nega alegando que isso o atrasará. Em terra, o pai desiste de protestar junto às autoridades pois acha que será uma boa lição para o filho. Charles é obrigado a trabalhar como [[marinheiro]] e evita se misturar com os outros mas acaba ficando amigo do pequeno Sam, que embarcara como clandestino. Dana também começa a escrever um diário, alegando que se voluntariara devido a seu irmão te sido morto na viagem anterior e quisera saber como era a vida a bordo. Ao pararem em [[Pernambuco]] para pegarem duas passageiras, a espanhola mexicana Maria Dominguez e sua criada, o capitão arrisca o navio ao navegar por entre os recifes da costa à noite. Apesar da falta de provisões ele se nega a desembarcar pois quer bater um novo recorde de velocidade chegando antes do previsto no porto de [[San Francisco]] na [[Califórnia]]. A tripulação fica descontente com o capitão e os oficiais quando os casos de [[escorbuto]] começam a aparecer, causando mortes. E Charles resolve apoiar os marinheiros.
 
==Produção==
37 740

edições