Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 22h39min de 24 de julho de 2015
sem resumo de edição
Leão escreveu uma constituição em 5 de novembro de 1513 reformando a universidade romana, que tinha sido negligenciada por Júlio II. Ele restaurou todas as suas faculdades, concedeu salários maiores para os professores, e convocou professores de outras localidades como [[Pádua]] ou Bolonha para lecionar na universidade, em [[1514]] esta faculdade possuía oitenta e oito professores.
 
Leão chamou [[JanusJoão Láscaris]] a Roma para dar aulas de grego, e comprou uma prensa tipográfica de grego em [[1515]], imprimindo os primeiros livros nessa língua na Itália. Leão também favoreceu a população judaica dos Estados da Igreja. Ele fez Rafael cuidar das antiguidades clássicas de Roma e seus arredores. Os latinistas [[Pietro Bembo]] e [[Jacopo Sadoleto]] foram secretários do papa, assim como o famoso poeta [[Bernardo Accolti]].
 
Outros poetas, foram [[Marco Girolamo Vida]], [[Gian Giorgio Trissino]] e escritores como [[Matteo Bandello]].