Diferenças entre edições de "Campeonato Paulista de Futebol de 1976"

17 318 bytes adicionados ,  20h26min de 30 de julho de 2015
+info, refs., ajustes.
(+info, refs., ajustes.)
}}
 
O '''Campeonato Paulista de Futebol de 1976''' foi a 75.ª edição da [[Campeonato Paulista de Futebol|competição]], promovida pela [[Federação Paulista de Futebol]], e teve como campeão a equipe doo [[Sociedade Esportiva Palmeiras|Palmeiras]],. derrotandoO najogo finaldecisivo afoi equipeuma dovitória sobre o [[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|XV de Piracicaba]], que terminaria o torneio com o vice-campeonato. Depois dessa conquista, o Palmeiras só voltaria a vencer o campeonato paulista em [[Campeonato Paulista de Futebol de 1993|1993]].
 
== Disputa do títuloRegulamento ==
As dezoito equipes foram divididas em três grupos "tecnicamente equilibrados",<ref name="só um jogo">{{citar periódico
O Paulistão de 1976 ficou marcado pela quase total hegemonia dos clubes do interior na disputa pela taça, com XV de Piracicaba, América de Rio Preto e Guarani brigando pela taça até as últimas rodadas contra o Palmeiras de [[Ademir da Guia]].
| autor =
| data = 13 de fevereiro de 1976
| titulo = Clubes, só um jogo por semana
| jornal = O Estado de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:30948}}
| paginas = 22
| editora = S.A. O Estado de S. Paulo
| local = São Paulo
| issn = 15162931
| url = http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19760213-30948-nac-0022-999-22-not/
| idioma = português
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref> apenas para efeito de classificação, já que todas jogariam contra todas no primeiro turno. Classificaram-se para o returno os quatro primeiros colocados de cada grupo, todos reunidos num grupo único para jogar entre si. A princípio, apenas os três primeiros colocados de cada grupo teriam direito à vaga,<ref name="só um jogo" /> mas o número foi aumentado para quatro por grupo após reunião no dia seguinte.<ref name="Federação decide">{{citar periódico
| autor =
| data = 14 de fevereiro de 1976
| titulo = Federação decide: final terá 12 times
| jornal = O Estado de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:30949}}
| paginas = 17
| editora = S.A. O Estado de S. Paulo
| local = São Paulo
| issn = 15162931
| url = http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19760214-30949-nac-0017-999-17-not/
| idioma = português
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref> A decisão foi tomada devido à pressão de Romeu Italo Ripoli, presidente do [[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|XV de Piracicaba]], que ameaçou tirar seu clube da disputa se fosse mantida a fórmula anterior.<ref name="Federação decide" />
 
O primeiro colocado do segundo turno ficaria com o título. O time com melhor campanha no primeiro turno (Guarani) ganhou um ponto extra no segundo. "Teremos 40% a menos de jogos, mas o sistema de disputa, tenho certeza, possibilitará excelente arrecadações tanto no turno inicial como, e principalmente, na fase decisiva", disse o superintendente da [[Federação Paulista de Futebol|federação]], Cláudio Castilho.<ref name="só um jogo" />
Em seu antepenúltimo jogo, o Palmeiras, com 13 pontos, teve confronto direto com o São Paulo, com 9 pontos, o qual só empataria em pontos com o adversário se vencesse o clássico e o seu último jogo, enquanto o Palmeiras não pontuasse mais. Mas o Palmeiras venceu chegando aos 15 pontos, pondo fim às pretensões de bi-campeonato do rival, e ainda eliminando o Guarani, que só poderia chegar a 14 pontos.
 
A nova fórmula permitiria que vários clubes menores seguissem na disputa do título, e a federação garantia que os clubes eliminados no primeiro turno fariam jogos preliminares no segundo, com direito a participação no borderô.<ref name="só um jogo" /> "Ao limitarmos o número de jogos em dezessete ''[por clube]'', estamos eliminando 70% das partidas entre 'pequenos', que são altamente deficitárias", explicou José Ferreira Pinto Filho, vice-presidente da entidade.<ref name="só um jogo" />
Na penúltima rodada, Palmeiras, XV e América ainda estavam na disputa. Por acaso, houve uma final não planejada entre Palmeiras e XV de Piracicaba no Palestra Itália, enquanto o América recebia em Rio Preto, a já eliminada Ponte Preta.
 
Não houve rebaixamento, mas o Saad, clube convidado para as edições de 1973, 1974 e 1975, deixou nesse ano de disputar a Divisão Especial e voltou para a Primeira Divisão (segundo nível do futebol do estado), sob protesto.<ref>{{citar periódico
O Palmeiras só precisava de um empate para eliminar XV e América e sagrar-se campeão. O XV precisava vencer seus 2 últimos jogos e torcer para o Palmeiras não pontuar mais. Porém, o América não passou de um empate, em casa, contra a Ponte Preta, e foi eliminada da disputa pela taça.
| autor =
| data = 19 de janeiro de 1976
| titulo = Começam contatos com os 'grandes'
| jornal = O Estado de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:30935}}
| paginas = 33
| editora = S.A. O Estado de S. Paulo
| local = São Paulo
| issn = 15162931
| url = http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19760129-30935-nac-0033-999-33-not/
| idioma = português
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref> A decisão foi tomada por [[Alfredo Metidieri]], presidente da FPF que havia sido eleito em janeiro: "Esta presidência houve por bem não usar o mesmo critério ''[convite]'' adotado nos outros anos, inclusive devido à falta de datas em função dos jogos da seleção brasileira."<ref name="só um jogo" />
 
== Primeiro turno ==
No mesmo dia, o Palmeiras venceu por 1 a 0 o XV de Piracicaba, sagrando-se campeão paulista. Foi a última conquista de Ademir da Guia no Palmeiras e o último título antes do grande jejum de quase 17 anos sem títulos, o maior já vivido pelo Palmeiras.
Cinco times chegaram à última rodada com chances de brigar pelo título to turno e consequente ponto extra: [[Guarani Futebol Clube|Guarani]] (24 pontos), [[São Paulo Futebol Clube|São Paulo]] (23 pontos e nove vitórias), [[Sociedade Esportiva Palmeiras|Palmeiras]] (23 pontos e oito vitórias), [[Associação Atlética Ponte Preta|Ponte Preta]] (22 pontos e dez vitórias) e [[Sport Club Corinthians Paulista|Corinthians]] (22 pontos e nove vitórias).<ref>{{citar jornal
| autor =
| data = 4 de julho de 1976
| titulo = Finalmente, surge o campeão (e líder do returno)
| jornal = Folha de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:17278}}
| paginas = 40
| editora = Empresa Folha da Manhã S/A
| local = São Paulo
| issn = 14145723
| url = http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/07/04/387//4245374
| idioma =
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref> O Guarani do técnico [[Diede Lameiro]] venceu o [[Esporte Clube São Bento|São Bento]] por 3 a 0 e não deixou chance para os demais.<ref>{{citar jornal
| autor =
| data = 5 de julho de 1976
| titulo = Guarani, vitória de campeão
| jornal = Folha de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:17279}}
| paginas = 11
| editora = Empresa Folha da Manhã S/A
| local = São Paulo
| issn = 14145723
| url = http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/07/05/20//4245911
| idioma =
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref> A torcida bugrina fez uma grande festa pelo título do turno, interditando a Praça do Rosário, a principal da cidade.<ref>{{citar jornal
| autor =
| data = 5 de julho de 1976
| titulo = A torcida chega à praça canta, dança, comemora
| jornal = Folha de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:17279}}
| paginas = 11
| editora = Empresa Folha da Manhã S/A
| local = São Paulo
| issn = 14145723
| url = http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/07/05/20//4245911
| idioma =
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref>
 
A grande surpresa foi a eliminação do [[Santos Futebol Clube|Santos]]. O clube chegou à última rodada dividindo o quarto lugar do Grupo C com o [[Esporte Clube Noroeste|Noroeste]] — ambos tinham dezesseis pontos, e os santistas tinham uma vitória a mais —, porém o empate sem gols com a já classificada [[Associação Ferroviária de Esportes|Ferroviária]] na [[Estádio Urbano Caldeira|Vila Belmiro]], na última rodada, fez com que ele dependesse de a [[Associação Atlética Portuguesa|Portuguesa Santista]] arrancar pelo menos um ponto do time de [[Bauru]], no dia seguinte. Mas, mesmo jogando no [[Estádio Ulrico Mursa]], o Noroeste venceu por 2 a 0, com dois gols de [[José Manoel Ricardo|Picolé]], e ficou com a última vaga do grupo.<ref>{{citar jornal
== Final ==
| autor =
'''Palmeiras 1x0 XV de Piracicaba'''
| data = 5 de julho de 1976
| titulo = Picolé entristeceu uma cidade e garantiu o Noroeste: 2 a 0
| jornal = Folha de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:17279}}
| paginas = 13
| editora = Empresa Folha da Manhã S/A
| local = São Paulo
| issn = 14145723
| url = http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/07/05/20//4245924
| idioma =
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref>
 
{| cellpadding="2" cellspacing="1" border="0" width="400" style="font-size: 95%"
Palestra Itália (18/8/1976)
|- bgcolor="#EFB331"
| colspan="10" | '''Grupo A'''
|- bgcolor="#F7D998"
| align="left"|'''{{Tooltip|Pos.|Posição}}'''
| align="left"|'''Time'''
! {{Tooltip|PG|Pontos ganhos}}
! {{Tooltip|J|Jogos}}
! {{Tooltip|V|Vitórias}}
! {{Tooltip|E|Empates}}
! {{Tooltip|D|Derrotas}}
! {{Tooltip|GP|Gols pró}}
! {{Tooltip|GC|Gols contra}}
! {{Tooltip|SG|Saldo de gols}}
|- bgcolor="#FAEBCA"
|1
|[[São Paulo Futebol Clube|São Paulo]]
| align="center"|23
| align="center"|17
| align="center"|9
| align="center"|5
| align="center"|3
| align="center"|24
| align="center"|10
| align="center"|14
|- bgcolor="#FAEBCA"
|2
|[[Associação Portuguesa de Desportos|Portuguesa]]
| align="center"|20
| align="center"|17
| align="center"|9
| align="center"|2
| align="center"|6
| align="center"|28
| align="center"|21
| align="center"|7
|- bgcolor="#FAEBCA"
|3
|[[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|XV de Piracicaba]]
| align="center"|15
| align="center"|17
| align="center"|3
| align="center"|9
| align="center"|5
| align="center"|15
| align="center"|17
| align="center"|-2
|- bgcolor="#FAEBCA"
|4
|[[Esporte Clube São Bento|São Bento]]
| align="center"|14
| align="center"|17
| align="center"|6
| align="center"|2
| align="center"|9
| align="center"|10
| align="center"|19
| align="center"|-9
|- bgcolor="#FFF3D8"
|5
|[[Comercial Futebol Clube (Ribeirão Preto)|Comercial]]
| align="center"|14
| align="center"|17
| align="center"|4
| align="center"|6
| align="center"|7
| align="center"|13
| align="center"|17
| align="center"|-4
|- bgcolor="#FFF3D8"
|6
|[[Paulista Futebol Clube|Paulista]]
| align="center"|10
| align="center"|17
| align="center"|2
| align="center"|6
| align="center"|9
| align="center"|7
| align="center"|18
| align="center"|-11
|- bgcolor="#EFB331"
| colspan="10" | '''Grupo B'''
|- bgcolor="#F7D998"
| align="left"|'''{{Tooltip|Pos.|Posição}}'''
| align="left"|'''Time'''
! {{Tooltip|PG|Pontos ganhos}}
! {{Tooltip|J|Jogos}}
! {{Tooltip|V|Vitórias}}
! {{Tooltip|E|Empates}}
! {{Tooltip|D|Derrotas}}
! {{Tooltip|GP|Gols pró}}
! {{Tooltip|GC|Gols contra}}
! {{Tooltip|SG|Saldo de gols}}
|- bgcolor="#FAEBCA"
|1
|[[Guarani Futebol Clube|Guarani]]
| align="center"|26
| align="center"|17
| align="center"|10
| align="center"|6
| align="center"|1
| align="center"|30
| align="center"|12
| align="center"|18
|- bgcolor="#FAEBCA"
|2
|[[Sport Club Corinthians Paulista|Corinthians]]
| align="center"|24
| align="center"|17
| align="center"|10
| align="center"|4
| align="center"|3
| align="center"|29
| align="center"|9
| align="center"|20
|- bgcolor="#FAEBCA"
|3
|[[Associação Ferroviária de Esportes|Ferroviária]]
| align="center"|17
| align="center"|17
| align="center"|6
| align="center"|5
| align="center"|6
| align="center"|21
| align="center"|15
| align="center"|6
|- bgcolor="#FAEBCA"
|4
|[[Botafogo Futebol Clube (Ribeirão Preto)|Botafogo]]
| align="center"|13
| align="center"|17
| align="center"|4
| align="center"|5
| align="center"|8
| align="center"|21
| align="center"|21
| align="center"|0
|- bgcolor="#FFF3D8"
|5
|[[Clube Atlético Juventus|Juventus]]
| align="center"|13
| align="center"|17
| align="center"|4
| align="center"|5
| align="center"|8
| align="center"|21
| align="center"|21
| align="center"|0
|- bgcolor="#FFF3D8"
|6
|[[Marília Atlético Clube|Marília]]
| align="center"|5
| align="center"|17
| align="center"|0
| align="center"|5
| align="center"|12
| align="center"|9
| align="center"|31
| align="center"|-22
|- bgcolor="#EFB331"
| colspan="10" | '''Grupo C'''
|- bgcolor="#F7D998"
| align="left"|'''{{Tooltip|Pos.|Posição}}'''
| align="left"|'''Time'''
! {{Tooltip|PG|Pontos ganhos}}
! {{Tooltip|J|Jogos}}
! {{Tooltip|V|Vitórias}}
! {{Tooltip|E|Empates}}
! {{Tooltip|D|Derrotas}}
! {{Tooltip|GP|Gols pró}}
! {{Tooltip|GC|Gols contra}}
! {{Tooltip|SG|Saldo de gols}}
|- bgcolor="#FAEBCA"
|1
|[[Sociedade Esportiva Palmeiras|Palmeiras]]
| align="center"|25
| align="center"|17
| align="center"|9
| align="center"|7
| align="center"|1
| align="center"|24
| align="center"|12
| align="center"|12
|- bgcolor="#FAEBCA"
|2
|[[Associação Atlética Ponte Preta|Ponte Preta]]
| align="center"|22
| align="center"|17
| align="center"|10
| align="center"|2
| align="center"|5
| align="center"|20
| align="center"|10
| align="center"|10
|- bgcolor="#FAEBCA"
|3
|[[América Futebol Clube (São José do Rio Preto)|América]]
| align="center"|21
| align="center"|17
| align="center"|8
| align="center"|5
| align="center"|4
| align="center"|20
| align="center"|18
| align="center"|2
|- bgcolor="#FAEBCA"
|4
|[[Esporte Clube Noroeste|Noroeste]]
| align="center"|18
| align="center"|17
| align="center"|6
| align="center"|6
| align="center"|5
| align="center"|17
| align="center"|14
| align="center"|3
|- bgcolor="#FFF3D8"
|5
|[[Santos Futebol Clube|Santos]]
| align="center"|17
| align="center"|17
| align="center"|6
| align="center"|5
| align="center"|6
| align="center"|15
| align="center"|16
| align="center"|-1
|- bgcolor="#FFF3D8"
|6
|[[Associação Atlética Portuguesa|Portuguesa Santista]]
| align="center"|9
| align="center"|17
| align="center"|2
| align="center"|5
| align="center"|10
| align="center"|9
| align="center"|41
| align="center"|-32
|}
 
== Segundo turno ==
Em seu antepenúltimo jogo, o Palmeiras, com treze pontos, teve confronto direto com o São Paulo, que tinha quatro pontos a menos e só poderia igualar o adversário se vencesse o clássico e seu último jogo, além de o Palmeiras não pontuar mais. A vitória palmeirense por 1 a 0 fez o clube chegar aos quinze pontos, pôs fim às pretensões de bicampeonato do Tricolor e ainda eliminou o Guarani, que só poderia chegar a catorze pontos.
 
Na penúltima rodada, apenas Palmeiras, XV de Piracicaba e América ainda estavam na disputa. A tabela previa o jogo entre Palmeiras e XV no [[Estádio Palestra Itália|Palestra Itália]], enquanto o América recebia, em Rio Preto, a já eliminada Ponte Preta. Um simples empate garantiria o título ao Palmeiras, enquanto os dois clubes do interior precisavam vencer seus dois últimos jogos e torcer para o Alviverde não pontuar mais. O Palmeiras acabou por vencer por 1 a 0 o XV de Piracicaba, sagrando-se campeão paulista com uma rodada de antecipação. Foi a última conquista de [[Ademir da Guia]] e o último título antes do jejum de quase dezessete anos sem títulos, o maior já vivido pelo clube.
 
{| cellpadding="2" cellspacing="1" border="0" width="400" style="font-size: 95%"
|- bgcolor="#EFB331"
| colspan="10" | '''Grupo A'''
|- bgcolor="#F7D998"
| align="left"|'''{{Tooltip|Pos.|Posição}}'''
| align="left"|'''Time'''
! {{Tooltip|PG|Pontos ganhos}}
! {{Tooltip|J|Jogos}}
! {{Tooltip|V|Vitórias}}
! {{Tooltip|E|Empates}}
! {{Tooltip|D|Derrotas}}
! {{Tooltip|GP|Gols pró}}
! {{Tooltip|GC|Gols contra}}
! {{Tooltip|SG|Saldo de gols}}
|- bgcolor="#FAEBCA"
|1
|[[Sociedade Esportiva Palmeiras|Palmeiras]]
| align="center"|19
| align="center"|11
| align="center"|8
| align="center"|3
| align="center"|0
| align="center"|15
| align="center"|6
| align="center"|9
|- bgcolor="#FFF3D8"
|2
|[[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|XV de Piracicaba]]
| align="center"|14
| align="center"|11
| align="center"|5
| align="center"|4
| align="center"|2
| align="center"|11
| align="center"|8
| align="center"|3
|- bgcolor="#FFF3D8"
|3
|[[Guarani Futebol Clube|Guarani]]
| align="center"|13
| align="center"|11
| align="center"|2
| align="center"|8
| align="center"|1
| align="center"|9
| align="center"|8
| align="center"|1
|- bgcolor="#FFF3D8"
|4
|[[Botafogo Futebol Clube (Ribeirão Preto)|Botafogo]]
| align="center"|12
| align="center"|11
| align="center"|4
| align="center"|4
| align="center"|3
| align="center"|12
| align="center"|9
| align="center"|3
|- bgcolor="#FFF3D8"
|5
|[[América Futebol Clube (São José do Rio Preto)|América]]
| align="center"|12
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|6
| align="center"|2
| align="center"|8
| align="center"|6
| align="center"|2
|- bgcolor="#FFF3D8"
|6
|[[Associação Atlética Ponte Preta|Ponte Preta]]
| align="center"|11
| align="center"|11
| align="center"|4
| align="center"|3
| align="center"|4
| align="center"|10
| align="center"|7
| align="center"|3
|- bgcolor="#FFF3D8"
|7
|[[São Paulo Futebol Clube|São Paulo]]
| align="center"|11
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|5
| align="center"|3
| align="center"|15
| align="center"|8
| align="center"|7
|- bgcolor="#FFF3D8"
|8
|[[Associação Portuguesa de Desportos|Portuguesa]]
| align="center"|11
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|5
| align="center"|3
| align="center"|10
| align="center"|12
| align="center"|-2
|- bgcolor="#FFF3D8"
|9
|[[Esporte Clube Noroeste|Noroeste]]
| align="center"|9
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|3
| align="center"|5
| align="center"|8
| align="center"|13
| align="center"|-5
|- bgcolor="#FFF3D8"
|10
|[[Esporte Clube São Bento|São Bento]]
| align="center"|9
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|3
| align="center"|5
| align="center"|7
| align="center"|12
| align="center"|-5
|- bgcolor="#FFF3D8"
|11
|[[Sport Club Corinthians Paulista|Corinthians]]
| align="center"|7
| align="center"|11
| align="center"|3
| align="center"|1
| align="center"|7
| align="center"|6
| align="center"|13
| align="center"|-7
|- bgcolor="#FFF3D8"
|12
|[[Associação Ferroviária de Esportes|Ferroviária]]
| align="center"|5
| align="center"|11
| align="center"|2
| align="center"|1
| align="center"|8
| align="center"|7
| align="center"|16
| align="center"|-9
|}
 
== Jogo decisivo ==
{{footballbox
| data = 18 de agosto de 1976
| hora = 21 horas
| report = [http://futpedia.globo.com/campeonato/campeonato-paulista/1976/08/18/palmeiras-1-x-0-xv-de-piracicaba Ficha técnica]
| hist =
| time1 = [[Sociedade Esportiva Palmeiras|Palmeiras]]
| placar = 1 – 0
| time2 = [[Esporte Clube XV de Novembro (Piracicaba)|XV de Piracicaba]]
| gols1 = [[Jorge Mendonça]] {{Gol|39}} do 1.º<ref>{{citar jornal
| autor =
| data = 19 de agosto de 1976
| titulo = Palmeiras Campeão
| jornal = Folha de S. Paulo
| volume =
| numero = {{formatnum:17304}}
| paginas = 34
| editora = Empresa Folha da Manhã S/A
| local = São Paulo
| issn = 14145723
| url = http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/08/19/2//4322336
| idioma =
| formato =
| acessadoem = 30/7/2015
}}</ref>
| gols2 =
| estadio= [[Estádio Palestra Itália|Parque Antártica]], [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[São Paulo|SP]]
| público= 35533
| renda = [[Cruzeiro (BRB)|Cr$]] {{formatnum:777913}}
| arbitro= [[Romualdo Arppi Filho]]
}}
'''Palmeiras —''' [[Emerson Leão|Leão]]; Valdir, [[Samuel Arruda|Samuel]], [[Humberto da Silva Frias|Arouca]] e [[Ricardo Longhi|Ricardo]]; [[José Sebastião Pires Neto|Pires]], [[Ademir da Guia]] e [[Jorge Mendonça]]; [[Edu Bala]], [[Antônio Fernandes Quintino|Toninho]] e [[Elias Ferreira Sobrinho|Nei]]. '''Técnico:''' [[Olegário Tolói de Oliveira|Dudu]].
 
'''XV de Piracicaba —''' [[Antônio Sebastião Donah|Donah]]; [[Volmil]], [[Fernando Paolillo|Fernando]], [[Luiz Antônio Roat|Eloy]] e Almeida; Muri e Vágner; Pitanga, [[Reinaldo Antonio Baldessin|Nardela]] ([[Rodolfo Carlos de Lima|Capitão]]), [[Benedito Carlos de Souza|Benê]] ([[Paulo Luiz Massariol|Paulinho]]) e [[João Paulo Campos|João Paulo]]. '''Técnico:''' [[Ademar Lucazecchi|Dema]].
 
{{Referências}}
 
== {{Ver também}} ==
* [[Campeonato Paulista de Futebol]]
* [[Federação Paulista de Futebol]]
 
{{FPF}}
{{Campeonato Paulista de Futebol}}
{{esboço-futebolbr}}
{{Portal3|Futebol}}