Diferenças entre edições de "Matilde de Flandres"

39 bytes adicionados ,  00h42min de 10 de agosto de 2015
 
== Casamento ==
Matilde era a filha de Balduíno V, conde de Flandres e de [[Adela de França, condessa de Flandres|Adela de Frabça]], que era a filha de [[Roberto II de França]].<ref>{{citar livro|título = Detlev Schwennicke, Europäische Stammtafeln: Stammtafeln zur Geschichte der Europäischen Staaten, Neue Folge, Band II (Marburg, Germany: J. A. Stargardt, 1984), Tafeln 5, 11, 81|sobrenome = |nome = |edição = |local = |editora = |ano = |página = |isbn = }}</ref>De acordo com uma lenda, quando Guilherme II da Normandia enviou um representante para pedir a sua mão em casamento, ela disse-lhe que era muito bem nascida para casar-se com um bastardo. Após ouvir sua resposta, Guilherme cavalgou da Normandia até [[Bruges]], e ao encontrá-la cavalgando para a igreja, a agarrou pelas tranças, jogando-a na rua e foi embora deixando para trás os criados da princesa perplexos.
 
Há outra versão que diz que o Duque foi até a casa do pai dela em [[Lille]], pelas suas tranças a jogou no chão de seu quarto, e bateu em Matilde antes de ir embora. Antes que o seu pai disputasse um [[duelo]] com o futuro rei da Inglaterra, Matilde informou-lhe que não aceitaria se casar com ninguém, a não ser Guilherme.<ref>{{citar web|URL = Paul Hilliam, William the Conqueror: First Norman King of England (NY: Rosen Publishing Group, 2005), p. 20, ISBN 1-4042-0166-1|título = |data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref><ref>{{citar web|URL = Lisa Hilton, Queen Consort (NY: Pegasus Books, LLC, 2010), p. 17, ISBN 978-1-60598-105-5|título = |data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref>Nem mesmo o obstáculo imposto pelo papa [[Papa Leão IX|Leão IX]] no Concílio de Reims com a argumentação de que os dois era relacionados consaguinamente, a fez mudar de ideia. Os dois se casaram em 1051/2.<ref>{{citar web|URL = K.S.B. Keats-Rohan, Domesday People, A Prosopography of Persons Occurring in English Documents 1066–1166, Volume I, Domesday Book (Woodbridge: The Boydell Press, 1999), p. 495|título = |data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref>Finalmente em 1059, eles receberam uma [[dispensa papal]] do papa [[Papa Nicolau III| Nicolau II]].<ref>{{citar livro|título = Lisa Hilton, Queen Consort (NY: Pegasus Books, LLC, 2010), p. 18, ISBN 978-1-60598-105-5|sobrenome = |nome = |edição = |local = |editora = |ano = |página = |isbn = }}</ref>