Diferenças entre edições de "Twelve Monkeys"

1 595 bytes adicionados ,  12h45min de 8 de setembro de 2015
→‎Sinopse: +enredo da Wiki en
m (Reversão de uma ou mais edições de 177.128.24.86 para a versão 38937230 de EmausBot (A deadly virus wipes out almost all of humanity in the years 1996 and 1997, ), com Reversão e avisos.)
(→‎Sinopse: +enredo da Wiki en)
'''''Twelve Monkeys''''' ('''''Os Doze Macacos''''' no [[Brasil]], '''''Doze Macacos''''' em [[Portugal]]) é um [[filme]] [[Estados Unidos|americano]] de [[ficção científica]] de [[1996 no cinema|1996]], escrito por [[David Webb Peoples|David]] e [[Janet Peoples]] e dirigido por [[Terry Gilliam]]. O filme trata com [[viagem no tempo|viagens no tempo]] e memória, e foi inspirado pelo [[curta-metragem]] [[França|francês]] ''[[La Jetée]]''. Os atores principais do filme são [[Bruce Willis]], [[Madeleine Stowe]] e [[Brad Pitt]]<ref>{{citar web | url = http://m.imdb.com/title/tt0114746/| título = Twelve Monkeys IMDb|acessodata= junho de 2013|língua= inglês|}}</ref>.
 
==Sinopse Enredo ==
{{spoilerEnredo}}
Um vírus mortal apaga quase toda a humanidade em 1996, forçando os sobreviventes restantes a viver no subsolo. Em 2027, James Cole (Willis) é um prisioneiro que vive em um abrigo subterrâneo sob as ruas de Filadélfia. Cole é selecionado para uma missão, onde ele é treinado e enviado de volta no tempo para recolher informações sobre o vírus, a fim de ajudar os cientistas a desenvolver uma cura. Enquanto isso, Cole é atormentado por sonhos recorrentes que envolvem uma perseguição a pé, terminando com ele levando um tiro no aeroporto.
Em 1997, a humanidade foi devastada por um [[vírus]]. O presidiário James Cole ([[Bruce Willis]]) aceita voltar ao passado para tentar descobrir a origem do vírus mortal. No passado, ele é tido como louco e o filme mostra a sua tentativa de descobrir a origem do vírus e de convencer a [[psiquiatra]] Kathryn Railly ([[Madeleine Stowe]]) da veracidade da sua história. A médica, pouco a pouco, coleta evidências que demonstram que a história contada por James pode ser real e tenta ajudá-lo na sua missão.
 
Cole chega em Baltimore em 1990, não 1996, como planejado. Ele é preso, em seguida, internado em uma instituição mental sobre o diagnóstico da Drª. Kathryn Railly (Stowe). Lá ele encontra Jeffrey Goines (Pitt), um doente mental com vista fanática. Depois de uma tentativa de fuga, Cole está trancado em uma cela, mas logo desaparece, retornando para o futuro. De volta ao seu próprio tempo, Cole é entrevistado pelos cientistas, que jogam uma mensagem de voz distorcida que revela a localização do Exército dos Doze Macacos e afirma a sua associação com o vírus. Também é mostrado para ele fotos de várias pessoas suspeitas de estarem envolvidas, incluindo Goines.
James Cole é primeiramente mandado por acidente ao ano errado, sendo assim impossível mostrar as pessoas que falava a verdade sobre a conspiração para destruir a humanidade. Ele é considerado louco e passa um tempo no hospício, onde conhece Jeffrey Goines ([[Brad Pitt]]), futuro criador do grupo "Os Doze Macacos". Após algumas discussões com Jeffrey sobre a destruição da humanidade por um vírus, ele decide ajudar Cole a escapar, dando-lhe a chave para abrir o portão principal onde permaneciam durante a tarde e criando uma distração. A tentativa é falha e James é pego e amarrado para testes psicológicos. É então que ele é mandado de volta para 2035 e desaparece do hospício sem explicações.
 
Em 1996, Railly dá uma palestra sobre o [[Complexo de Cassandra]] a um grupo de cientistas. No momento da assinatura do livro de pós-palestra, o Drº. Peters (Morse) questiona a sustentabilidade a ela sobre a humanidade na Terra e assinala que a destruição gradual do ambiente da humanidade pode ser a verdadeira loucura. Cole chega ao local depois de ver folhetos, e quando Railly se afasta, ele sequestra-la e força-a a levá-lo para a Filadélfia. Eles descobrem que Goines é o fundador do Exército dos Doze Macacos, e partiu em busca dele. Quando eles confrontá-lo, no entanto, Goines nega qualquer envolvimento com o vírus e diz que aniquilar a humanidade foi idéia de Cole no asilo em 1990. Cole se convence de que ele é insano, mas Railly confronta-o com a evidência de sua viagem no tempo. Eles decidem gastar seu tempo restante juntos antes do aparecimento da praga em Florida Keys.
Após contar tudo aos cientistas eles decidem lhe dar outra chance porém desta vez o mandam a primeira guerra mundial onde é ferido por um projetíl após encontrar seu amigo José, pois quando James Cole é mandado para o passado outros voluntários também são mandados para a mesma época para garantir que nada dê errado. Após se reencontrar com sua psiquiatra ele diz que está ferido, quando retiram a bala da perna dele e dizem a psiquiatra que o projetíl é da primeira guerra mundial, ela passa acreditar na história de James e que ele pode realmente ter vindo do futuro, e passa a acreditar no vírus que exterminará 99% da humanidade.
 
{{fimspoiler}}<ref>{{citar web | url = http://www.adorocinema.com/filmes/filme-29757/|título = AdoroCinema|acessodata= agosto de 2013|língua= inglês|}}</ref>
No caminho para o aeroporto, eles descobrem que o Exército dos Doze Macacos não era a fonte da epidemia; o grande ato do grupo de protesto está lançando animais de um zoológico e colocando o premiado virologista com o [[Prémio Nobel|Nobel]] e pai Goines (Plummer), em uma gaiola animal.
 
No aeroporto, Cole deixa uma última mensagem dizendo aos cientistas que seguindo o Exército dos Doze Macacos eles estão no caminho errado, e que ele não vai voltar. Ele é logo confrontado por Jose (Seda), um conhecido de seu próprio tempo, que dá Cole um revólver e instrui-lo a seguir as ordens. Ao mesmo tempo, Railly viu o Drº. Peters, e reconhece-lo a partir de uma fotografia de jornal como assistente no laboratório de virologia do pai de Goines . Peters está prestes a embarcar em uma turnê de várias cidades que coincide com os locais e sequência dos surtos virais.
 
Cole força seu caminho através de um posto de segurança em busca de Peters. Depois de desenhar a arma que lhe foi dado, Cole é morto a tiros pela polícia. Quando Cole se estabelece morrendo nos braços de Railly, ela faz contato visual com um menino pequeno; o jovem James Cole testemunhando a cena de sua própria morte, que vai reproduzir em seus sonhos para os próximos anos. Peters, a bordo do avião com o vírus, senta-se ao lado de Jones (Florença), um dos cientistas do futuro. Ela desenha Peters em uma discussão sobre a loucura e a vinda extinção da humanidade.
{{Fim das revelações sobre o enredo}}
 
==Prêmios e nomeações==