Diferenças entre edições de "Produtividade (ecologia)"

18 bytes removidos ,  06h42min de 17 de setembro de 2015
m
Bot: Parsoid bug phab:T107675
m
m (Bot: Parsoid bug phab:T107675)
A taxa de produção de [[Carboidrato|carboidratos]] (estado reduzido, alta energia) a partir de substâncias minerais (estado oxidado, baixa energia), durante um determinado tempo e espaço físico, pode ser dividida em dois tipos de acordo com o total de energia produzida para o ecossistema. A taxa de [[matéria orgânica]] total fixada na produção primária pela fotossíntese é conhecida como '''produtividade primária bruta (PPB)'''. Assim, a produtividade primária bruta de um ecossistema corresponde ao total de biomassa ou matéria orgânica produzida pelos produtores primários por unidade de tempo e espaço. Para manter e sustentar suas taxas [[Metabolismo|metabólicas]], os produtores primários consomem parte da própria energia produzida durante a fotossíntese em um processo conhecido como [[respiração]].<ref>Amthor, J.S.; Baldocchi, D.D. 2001. Terrestrial higher plant respiration and net primary production. In: Roy, J.; Saugier, B.; Mooney, H.A. (Eds.). Terrestrial Global Productivity. Academic Press, pp. 33-59.</ref>
 
<nowiki> </nowiki>C<sub>6</sub>H<sub>12</sub>O<sub>6</sub> + 6 O<sub>2</sub> <span>→</span> 6 CO<sub>2</sub> + 6 H<sub>2</sub>O + ATP (energia)
 
Assim, somente parte da matéria orgânica produzida é disponibilizada para transferência a organismos consumidores. Logo, a biomassa do produtor primário contém menos energia que a total assimilada na produção. Esta energia disponível para níveis tróficos superiores na cadeia alimentar, em determinado espaço e tempo, é chamada de '''produtividade primária líquida (PPL)'''.
28 755

edições