Abrir menu principal

Alterações

1 848 bytes adicionados ,  21h35min de 18 de setembro de 2015
sem resumo de edição
[[Imagem:ReformationsdenkmalGenf1.jpg|thumb|[[Museu Internacional da Reforma Protestante de Genebra|Muro dos reformadores]], Genebra]]
 
'''Paul Landowski Maximilien'''  ([[Paris]], [[101 de junho]] de [[1875]] - [[Boulogne-Billancourt]], [[31 de março]] de1961) era um [[1961Polónia|polonês]]), escultor  - [[França|francês]] escultor. Seu trabalho mais conhecido é o [[Cristo Redentor]] estátua no [[Rio de origemJaneiro|Rio de Janeiro]], [[Polónia|polonesaBrasil]].
 
Landowski nasceu em [[Paris]] de um polonês refugiado pai da Revolta de Janeiro, e mãe francesa. Formado pela Academia Nacional francesa, ele ganhou o Prix de Rome em 1900, com a sua estátua de David, e passou a uma carreira de cinquenta e cinco anos. Ele produziu mais de trinta e cinco monumentos da cidade de Paris e mais doze na área circundante. Entre eles está o Art Deco figura de St. Genevieveem 1928 Pont de la Tournelle. Ele também criou 'Les Fantomes', o Memorial francês para a Segunda Batalha do Marne, que está em cima da Butte de Chalmont no norte da França.
 
Landowski é amplamente conhecida por 1931 Cristo Redentor estátua no Rio de Janeiro, Brasil. A colaboração com o engenheiro civil [[Heitor da Silva Costa]] e arquiteto e escultor Gheorghe Leonida. Algumas fontes indicam Landowski projetado cabeça e as mãos de Cristo, mas foi Leonida que criou a cabeça quando perguntado por Landowski.
 
Ele ganhou uma medalha de ouro nas competições de arte nos Jogos Olímpicos de Verão de 1928 para a escultura, um evento realizado de 1912 a 1952. De 1933 através de 1937, ele foi diretor da Academia Francesa em Roma. Ele também serviu como uma arte-jurado com Florence Meyer Blumenthal na adjudicação do Prix Blumenthal, um subsídio dado entre 1919-1954 para jovens franceses pintores, escultores, decoradores, gravadores, escritores e músicos. <sup>[1]</sup>
 
Landowski foi o pai dos artistas: pintor Nadine Landowski (1908-1943), compositor Marcel Landowski (1915-1999), pintor e pianista e Françoise Landowski-Caillet (1.917-2.007). Ele morreu em [[Boulogne-Billancourt]], um subúrbio de Paris, onde um museu dedicado ao seu trabalho tem mais de 100 obras em exposição.
 
==Obra==
Utilizador anónimo