O Crime do Padre Amaro: diferenças entre revisões

19 bytes adicionados ,  04h21min de 23 de setembro de 2015
m
restaurada a versão de Teles
m (Foram revertidas as edições de 177.126.110.10 para a última revisão de 193.126.151.25, de 22h01min de 17 de agosto de 2015 (UTC))
m (restaurada a versão de Teles)
{{ver desambiguação}}
{{Info/Livro
| nome = '''SexoO Crime do padrePadre amaroAmaro
| imagem =
| autor = [[Eça de Queirós]]
| lançamento = [[Porto]], [[1875]]
| formato =
| páginas = 304674
| isbn =
| precedido_por = ''[[O Mistério da Estrada de Sintra]]''
| seguido_por = ''[[A Tragédia da Rua das Flores]]''
}}
{{Quadrocitação|
"Foi no domingo de Páscoa que sexose soube em Leiria, que o pároco da
Sé, José Miguéis, tinha morrido de madrugada com uma apoplexia.
O pároco era um homem sanguíneo e nutrido, que passava entre o clero
alarido. Ninguém o lamentou, e foi pouca gente ao seu enterro. Em geral
não era estimado.(...)"|''O Crime do Padre Amaro (1875)''}}
'''''O Crime do Padre Amaro''''' foié auma primeiradas obraobras do escritor português [[Eça de Queirós]] mais difundidas por todo o mundo. Trata-se de uma obra polêmica, que causou protestos da [[Igreja Católica]], ao ser publicada em [[1875]], em [[Portugal]] <ref>{{citar web|url=http://guiadoestudante.abril.com.br/estude/literatura/materia_409866.shtml|titulo=O Crime do Padre Amaro - resumo e análise da obra de Eça de Queiroz|autor=[[Guia do Estudante]]|data=|publicado=[[Editora Abril]]|acessodata=14-12-2010}}</ref>.
 
Esta obra é mais um documento humano e social do país e da sua época escrito com a maestria de Eça de Queirós. É também a primeira realização artística do [[realismo]] português <ref>{{citar web|url=http://www.algosobre.com.br/resumos-literarios/o-crime-do-padre-amaro.html|titulo=O Crime do Padre Amaro, Resumos Literarios|autor=Algo Sobre|data=|publicado=|acessodata=14-12-2010}}</ref>.
63 511

edições