Abrir menu principal

Alterações

3 bytes removidos ,  19h53min de 29 de setembro de 2015
sem resumo de edição
Há espécies nativas de artiodáctilos de todos os [[continente]]s, exceto da [[Austrália]] e [[Antártida]]. A maioria vive em [[habitat]]es [[terrestre]]s, incluindo [[savana]]s, [[montanha]]s e [[florestas]], mas com um grupo semi-[[aquático]], o dos hipopótamos. A maioria são [[herbívoro]]s – e nesta ordem se encontram os [[ruminante]]s, com o seu [[aparelho digestivo]] especializado -, mas alguns são [[omnívoro]]s, como o porco. Entre estes animais se encontram alguns dos mamíferos mais rápidos.
 
== AnatomiaA m23 ==
A principal característica dos artiodáctilos é serem [[paraxónico]]s, ou seja, o plano de simetria do [[pé]] passa entre o terceiro e quarto [[dedo]]s. Em todas as [[espécie]]s o número de dedos se encontra reduzido, em relação ao número básico de cinco, característico dos mamíferos: o primeiro dedo perdeu-se neste grupo e o segundo e quinto são pequenos ou vestigiais. O terceiro e o quarto dedos encontram-se bem desenvolvidos, são protegidos por [[Casco (animal)|cascos]] e é sobre eles que todos os artiodátilos se apoiam. Nalgumas formas como os [[antílope]]s e [[veado]]s, a redução chega aos [[osso]]s: o terceiro e quarto [[metapodial|metapodiais]] estão fundidos, parcial ou completamente, num único osso chamado "canhão" e nos [[membro]]s posteriores destas espécies, os ossos do [[tornozelo]] estão também reduzidos em número e é o [[astrágalo]] que suporta todo o peso do animal. Estas adaptações ajudam estes animais a correrem mais rápido.
 
Utilizador anónimo