Diferenças entre edições de "Autômato finito determinístico"

1 byte adicionado ,  04h47min de 1 de outubro de 2015
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel
[[File:DFA example multiplies of 3.svg|thumb |250px |right|An example of a deterministic finite automaton that accepts only binary numbers that are multiples of 3. The state ''S''<sub>0</sub> is both the start state and an accept state.]]
Na [[Teoria dos autômatos]], um sub-tópico da [[Ciência da computação teórica]], um '''autômato finito determinístico''' — também chamado '''máquina de estados finita determinística''' ('''AFD''') — é uma [[Máquina de estados finita]] que aceita ou rejeita cadeias de símbolos gerando um único ramo de computação para cada cadeia de entrada.<ref name="Hopcroft 2001">[[#HMU|Hopcroft 2001]]:</ref>'Deterministica'"Determinística" refere-se à unicidade do processamento.
O primeiro conceito similar ao de autômatos finitos foi apresentado por McCulloch e Pitts em 1943.<ref>[[#MP43|McCulloch and Pitts (1943)]]:</ref><ref>[[#RS59|Rabin and Scott (1959)]]:</ref> Modelo esse que foi produzido na busca por estruturas mais simples para a reprodução de máquinas de estado finitas.
 
1 175

edições