Diferenças entre edições de "Cassegrain"

1 005 bytes adicionados ,  13h12min de 1 de outubro de 2015
Modifiquei "O Cassegrain Clássico" -> tradução do wikipédio em inglês, versão 22:32, 15 July 2015‎ por Rfassbind
(Modifiquei "O Cassegrain Clássico" -> tradução do wikipédio em inglês, versão 22:32, 15 July 2015‎ por Rfassbind)
 
No Cassegrain "Clássico" a onda eletromagnética é captada pelo espelho primário parabólico, reflete para o secundário hiperbólico que a reflete novamente e esta passa pelo buraco central do espelho primário onde é captada pelo equipamento instalado no telescópio ou radiotelescópio.
 
O raio de curvatura dos espelhos primários e secundários nesta configuração são, respectivamente:
 
:<math>R_1 = -\frac{2DF}{F - B}</math>
e
:<math>R_2 = -\frac{2DB}{F - B - D}</math>
 
onde
* <math>F</math> é a efetividade do sistema focal
* <math>B</math> é a distância do secundário para o foco
* <math>D</math> é a distância entre os dois espelhos
 
Se <math>B</math> e <math>D</math> são conhecidos, o foco do espelho primário <math>f_1</math>, e a distância para o foco de trás do espelho primário <math>b</math>, temos <math>D = f_1(F - b)/(F + f_1)</math> e <math>B = D + b</math>.
 
A constante cônica do espelho primário é o mesmo que o da parábola <math>K_1 = -1</math>, e a do espelho secundário <math>K_2</math> é escolhida substituindo o foco no local desejado:
 
:<math>K_2 = -1 - \alpha - \sqrt{\alpha(\alpha+2)}</math>,
 
onde
:<math>\alpha = \frac{1}{2}\left[ \frac{4DBM}{(F + BM - DM)(F - B - D)}\right] ^2</math>,
 
e <math>M=(F-B)/D</math> é o aumento secundário.
 
 
16

edições