Abrir menu principal

Alterações

210 bytes adicionados, 14h49min de 4 de outubro de 2015
sem resumo de edição
|ladoB = "Comida" (45 RPM)
|gravado = 1987
|gênero = [[FunkNew rockwave]]
|duração = {{Duração|m=04|s=00}}
|gravadora = [[WEA]]
}}
'''"Comida"''' é um ''[[single]]'' da banda de [[rock]] [[brasileira]] [[Titãs]], lançado em [[1987]]. É o segundo ''single'' retirado do [[álbum]] ''[[Jesus Não Tem Dentes no País dos Banguelas]]'', de [[1987]], do qual é a segunda faixa. É cantada por [[Arnaldo Antunes]]. Foi um grande sucesso desse ano.
 
É uma [[canção]] ''[[new wave]]'' com marcantes batidas eletrônicas e influência clara do [[funk]] norte-americano. A letra é uma [[poesia]] feita em protesto contra a dificuldade econômica pela qual passava o [[Brasil]] no fim dos [[anos 1980]] ("[[década perdida]]"), tendo-se tornado antológicos os versos: ''"Bebida é água / Comida é pasto / Você tem fome de quê? / Você tem sede de quê?"''.
 
O [[videoclipe]] da canção é feito sobre uma versão ''[[remix]]'' dela (ainda inédita), e apresenta dois momentos: primeiramente, os oito integrantes da [[grupo musical|banda]] estão num [[supermercado]] pegando os alimentos das gôndolas e andando com carrinhos pelos corredores; posteriormente, eles aparecem dançando à frente um fundo ''[[chroma key]]'' no qual são reproduzidas imagens de [[alimento]]s.
 
Já foi regravada por vários [[músico]]s [[brasileiros]], como [[Marisa Monte]], [[Maria Bethânia]], [[Exaltasamba]], [[Ney Matogrosso]], entre outros.
 
== Composição ==
 
É uma [[canção]] ''[[new wave]]'' com influência clara do [[funk]] norte-americano. A batida da canção tem um ritmo simples e a linha de baixo da canção tocada por [[Nando Reis]] é feita com um baixo sintetizador. Assim como as outras canções do álbum, há uma forte presença de sons eletrônicos.
 
É uma [[canção]] ''[[new wave]]'' com marcantes batidas eletrônicas e influência clara do [[funk]] norte-americano. A letra é uma [[poesia]] feita em protesto contra a dificuldade econômica pela qual passava o [[Brasil]] no fim dos [[anos 1980]] ("[[década perdida]]"), tendo-se tornado antológicos os versos: ''"Bebida é água / Comida é pasto / Você tem fomesede de quê? / Você tem sedefome de quê?"''.
 
== Faixas ==
Utilizador anónimo