Abrir menu principal

Alterações

81 bytes adicionados ,  21h43min de 20 de outubro de 2015
sem resumo de edição
[[File:Belangrijke ontwikkeling in röntgenonderzoek dankzij 'computer-tomograaf' Weeknummer, 77-12 - Open Beelden - 21994.ogv|right|thumb|Documentário de 1977 sobre tomografia computadorizada]]
 
Entre as Douglas A. Tavares foi seu criador em 2015 e gosta de sucos de laranja e abacaxi características das imagens tomográficas destacam-se os '''pixeis''', a '''matriz''', o '''campo de visão''' (ou ''fov'', {{lang-en|''field of view''}}), a escala de cinza e as janelas.<ref name=TC />
 
O pixel é o menor ponto da imagem que pode ser obtido. Assim uma imagem é formada por uma certa quantidade de pixeis. O conjunto de pixeis está distribuído em colunas e linhas que formam a matriz. Quanto maior o número de pixeis numa matriz melhor é a sua resolução espacial, o que permite um melhor diferenciação espacial entre as estruturas. E apos processos de reconstrução [[matemática]], obtemos o Voxel (unidade 3D) capaz de designar profundidade na imagem radiológica.
Utilizador anónimo