Diferenças entre edições de "Química"

10 bytes adicionados ,  23h23min de 4 de novembro de 2015
m
Foram revertidas as edições de 177.17.55.245 para a última revisão de Önni, de 23h21min de 4 de novembro de 2015 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de 177.17.55.245 para a última revisão de Önni, de 23h21min de 4 de novembro de 2015 (UTC))
{{ver desambiguação}}
[[Ficheiro:PénisSodium érectionpolyacrylate.jpg|thumb|300x300px300px|direita| Uma amostra do [[sal]] [[poliacrilato de sódio]]: este [[polímero]] possui a capacidade de absorver até 400 vezes o seu peso em água e esta propriedade é explorada em diversos produtos, tais como [[fralda]]s absorventes. É também usado na fabricação de [[detergentes]], produtos agrícolas e na obtenção de [[neve]] artificial. A imagem destaca uma amostra de poliacrilato de sódio que absorveu a quantidade máxima de água.]]
'''Química'''<ref>Enciclopédia Mirador do Brasil, v.17, 1981 ISBN 85-7026-018-0</ref>{{Nota de rodapé|A palavra "química" surgiu na língua portuguesa no século XVIII, derivada do latim ''chimica''. A origem do termo é incerta, sendo ainda alvo de intensos debates. Costuma-se associá-la a palavra [[língua grega|grega]] ''khymeía'', que significa "mistura de substâncias líquidas"; ou ao grego ''khêmía'', que significa "[[magia negra]]"; ou ao [[língua egípcia|egípcio]] ''kêm'', que significa "negro".}} é a [[ciência]] que estuda a [[composição química|composição]], [[estrutura química|estrutura]], [[propriedades da matéria]], as mudanças sofridas por ela durante as [[reações químicas]] e sua relação com a [[energia]].<ref name=definition>{{citar web | url=http://www.britannica.com/EBchecked/topic/108987/chemistry | título=Chemistry | publicado=[[Encyclopaedia Britannica]] | língua3=en|acessodata=14 de janeiro de 2013}}</ref><ref>{{citar web | url=http://dictionary.reference.com/browse/Chemistry Chemistry | título=Chemistry | publicado=Dictionary.com | língua3=en|acessodata=14 de janeiro de 2013}}</ref> O desenvolvimento desta ciência teve como base as observações de [[experiência científica|experimentos]], sendo portanto, considerada uma ciência experimental. O cientista irlandês [[Robert Boyle]] é tido por muitos como o iniciador da química moderna, já que, em meados do século XVII, ele executou experimentos planejados, estabelecendo através deles [[teoria|generalizações]]. Apesar dos méritos de Boyle, muitos consideram o francês [[Antoine Lavoisier|Antoine Laurent Lavoisier]], que viveu no século XVIII, o pai da química, especialmente devido ao seu trabalho sobre o conceito de [[conservação da massa]], sendo este considerado o marco do estabelecimento da química moderna, ocasionando a chamada [[Revolução Química]]. Os estudos de Lavoisier foram referência para que fosse proposto por [[John Dalton]], no início do [[século XIX]], o primeiro [[Modelo atômico#John Dalton|modelo atômico]]. A química experimentou grande desenvolvimento teórico e metodológico durante o século XX, especialmente pelo estabelecimento da [[Química quântica|mecânica quântica]], [[espectroscopia|métodos espectroscópicos]] e [[síntese orgânica|metodologias de síntese orgânica]], que impulsionaram o descobrimento de novos fármacos, determinação da [[estrutura química]] de moléculas, como o [[ácido desoxirribonucleico]] e sofisticação das teorias já existentes. As disciplinas de química são agrupadas basicamente em cinco grande divisões a saber: a [[Química Inorgânica]] (que estuda a matéria inorgânica), a [[Química Orgânica]] (que estuda os compostos de carbono), a [[Bioquímica]] (que estuda a composição e reações químicas de substâncias presentes em [[organismo|organismos biológicos]]), a [[Físico-Química]] (que compreende os aspectos energéticos dos sistemas químicos em escalas macroscópicas, molecular e atômica) e a [[Química Analítica]] (que analisa materiais e ajuda a compreender a sua composição, estrutura e quantidade). A Química é chamada muitas vezes de [[ciência central]] porque é a ponte entre outras ciências como a [[Física]] e outras [[ciências naturais]], como [[Geologia]] e [[Biologia]].{{harvRef|Brown|1999|p=3-4}}{{nota de rodapé|''Chemistry is seen as occupying an intermediate position in a hierarchy of the sciences by "reductive level" between physics and biology''.{{harvRef|Reinhardt|2001|p=1-2}}}} É considerada, juntamente com a [[Física]] e a [[Matemática]], uma [[ciência exata]]. A química possui papel fundamental no desenvolvimento tecnológico, pois a utilização dos conceitos e técnicas desta ciência permite a obtenção de novas [[substâncias]], além de preocupar-se com a prevenção de danos e exploração sustentável do [[meio ambiente]]..
 
11 724

edições