Abrir menu principal

Alterações

4 bytes removidos, 15h12min de 10 de novembro de 2015
m
v1.37b - Corrigido usando WP:PCW (Hierarquia de cabeçalhos)
Na [[Itália]], Castagneto era [[marinheiro]]. Nada se sabe sobre haver ele ou não frequentado academias ou ateliês onde teria iniciado estudos artísticos. Porém, é certo que possuía forte vocação para as artes, pois só esse fato explica que, logo ao chegar ao Rio de Janeiro em [[5 de outubro]] de [[1874]], acompanhado de seu pai Lorenzo, também marinheiro, tenha procurado ingressar na [[Academia Imperial de Belas Artes]].
 
==== Idade correta ====
O arguto pesquisador e biógrafo do pintor, [[Carlos Roberto Maciel Levy]], descobriu que Castagneto, ao pretender ingressar na Academia, em [[1877]], já tinha 23 anos. Mas como o limite de ingresso era 17 anos, o pai Lorenzo Di Gregorio Castagneto, ao requerer a admissão do filho, falseou informações ao declarar que residia na Brasil desde [[1862]] e que Giovanni Battista completara 16 anos de idade. Surgiu assim a versão, até há bem pouco desconhecida, de que Castagneto nascera em 1862. Portanto, ao falecer em 1900, já contava com quase cinquenta anos e não apenas trinta e oito como anteriormente se acreditava. Quando se radicou no Brasil era homem feito. Ultrapassara há muito a fase da adolescência.
 
==== Na Academia ====
Tinha um grau de instrução muito precário, beirando o analfabetismo, como provam os exames que realizou na Academia. Apesar disso, foi aceito como ouvinte e pode frequentar o curso de [[1878]] até [[1884]] tendo como mestres, entre outros, [[Zeferino da Costa]] e [[Vitor Meireles]].
 
90 015

edições