Abrir menu principal

Alterações

1 051 bytes removidos, 19h16min de 11 de novembro de 2015
m
== Morfologia vegetal ==
As folhas da maior parte das coníferas são agulhas longas e finas, mas as Cupressaceae e algumas Podocarpaceae têm folhas em forma de escama. Os estomas encontram-se em linhas ou manchas nas folhas e podem fechar-se quando o tempo está demasiado seco ou frio. As folhas são geralmente verdes escuras o que ajuda a absorver o máximo de energia do fraco calor solar das altas latitudes ou por baixo das copas duma floresta. Na maior parte dos gêneros, as folhas são persistentes, geralmente conservando-se por vários anos antes de caírem. As copas das arvores como as das sequoias pode atingir a espessura de 50 cm.
 
== Curiosidades ==
{{Curiosidades}}
As espécies de coníferas detêm vários recordes. Os seres vivos mais altos, mais corpulentos e mais velhos que existem na Terra pertencem às pinófitas. O mais alto é uma sequoia que foi relatada como tendo uma altura de 112,34 m. O mais corpulento é uma outra sequóia que tem um volume de 1486,9 m³. A árvore com o maior diâmetro de tronco é um cipreste de Montezuma, com 11,42 m de diâmetro, e a mais velha é um pinheiro com 4700 anos.
Apesar do número total de espécies de coníferas ser relativamente pequeno, elas têm imensa importância ecológica, uma vez que são as plantas dominantes em vastas áreas da Terra, principalmente nas florestas boreais, mas também em montanhas com clima semelhante em regiões temperadas ou tropicais.
Muitas coníferas produzem resina para proteger a árvore da infestação por insetos ou fungos. O âmbar é exemplo de uma resina fossilizada.
Muitas espécies destas árvores têm um grande valor econômico, principalmente para a produção de madeira.
 
 
 
600 805

edições