Abrir menu principal

Alterações

24 bytes removidos, 01h27min de 12 de novembro de 2015
sem resumo de edição
{{Wikificação|data=outubro de 2015}}
{{minidesambig|por outras acepções|Livro Vermelho (desambiguação)}}
{{Info/Livro
| seguido_por =
}}
'''''Citações do Presidente [[Mao Tsé-Tung]]''''' ([[Chinês simplificado]]: 毛主席语录; [[pinyin]]: Máo - zhǔxí yǔlù) ou '''''O Pequeno Livro Vermelho''''' (Chinês simplificado: 红宝书) ou ainda '''''O Livro Vermelho''''' ou '''''O Livrinho Vermelho''''' (Chinês simplificado: 小红书) como é mais conhecido no [[Ocidente]], e conforme sugere o próprio nome, é uma [[coletânea]] de citações do presidente da [[República Popular da China]] [[Mao Tsé-Tung]], e uma forma de [[culto à personalidade|culto à sua personalidade]]. Foi organizado por [[Lin Piao]], Ministroministro da Defesa de Mao.<ref>''[[Mao: A História desconhecida]]''. Jon Halliday e Jung Chang. Tradução de Pedro Maio Soares. Editora Companhia Das Letras. ISBN 85-359-0873-0</ref> O livro possui 33 capítulos. Seus tópicos abordam a [[ideologia]] de Mao, conhecido no Ocidente como [[Maoismo]] ou, oficialmente, como "Pensamento de Mao Tsé-Tung". Inicialmente publicado na China, teve distribuição internacional após abril de [[1964]].
 
A distribuição [[subsídio|subsidiada]] deste livro pelo governo comunista chinês fez com que "''O Livro Vermelho"'' se tornasse o segundo livro mais [[Anexo:Lista de livros mais vendidos|vendido na história]], atrás apenas da [[Bíblia]], tendo aproximadamente 900 milhões de cópias impressaimpressas.{{carece de fonte}} A popularidade do livro está ligada ao fato de que é uma exigência "não-oficial" para todo [[cidadão]] chinês possuir o livro, exigência essa que se fez notar especialmente durante a [[Revolução Cultural]].
 
Durante a Revolução Cultural, o livro passou a ser estudado não só nas [[escola]]s mas também sua leitura era exigida no [[mercado de trabalho]]. Todas os setores da sociedade, como [[sociedadeindústria]], [[industriacomércio]], [[comércioagricultura]], agrícola, administração civil, e, nos setores militares, eraeram organizadoorganizadas sessões de leitura do livro durante várias horas por dia, no trabalho.
 
Durante os [[Década de 1960|anos 60]], o livro era um [[ícone]] importante na [[cultura da China]], tão visto quanto a imagem de Mao. Em [[cartaz]]escartazes e quadros criados pelos [[artista]]sartistas de propaganda do [[Partido Comunista da China|PCC]], Mao era muitas vezes visto com uma cópia do livro na mão dele. Depois do fim da Revolução Cultural, em [[1976]], e a subida ao poder de [[Deng Xiaoping]] em [[1978]], a importância do livro diminuiu consideravelmente.
 
Atualmente, a identidade de seu verdadeiro autor é questionada. Fontes alegam que ''O Livro Vermelho'' teria sido escrito [[por Hu Qiaomu]], [[ajudante de ordens]] de Mao por 25 anos.<ref>[http://www.elmundo.es/elmundo/2011/06/07/cultura/1307435602.html El libro rojo de ¿Mao?] - [[Jornal]] [[El Mundo (Espanha)|El Mundo]], [[7 de Junho]] de [[2011]] {{es}}. Acessado em 26/07/2012.</ref>
 
== Conteúdo e formato ==
O Livro Vermelho compreende 427 citações de Mao, divididas em 33 capítulos. As citações de Mao eram em negrito ou em vermelho para serem bem destacadas. É também chamado de "''Reflexões do presidente Mao"'' por muitos chineses. As citações compreendem poucos [[parágrafo]]sparágrafos. Na segunda metade do livro, uma forte tendência [[Empirismo|empirista]] evidencia-se no pensamento de Mao. A tabela abaixo resume o livro.
 
O Livro Vermelho compreende 427 citações de Mao, divididas em 33 capítulos. As citações de Mao eram em negrito ou em vermelho para serem bem destacadas. É também chamado de "Reflexões do presidente Mao" por muitos chineses. As citações compreendem poucos [[parágrafo]]s. Na segunda metade do livro, uma forte tendência [[Empirismo|empirista]] evidencia-se no pensamento de Mao. A tabela abaixo resume o livro.
 
{| class="wikitable"