Diferenças entre edições de "Constituição portuguesa de 1976"

5 bytes adicionados ,  15h18min de 19 de novembro de 2015
ATM
(ATM)
 
A '''Constituição da República Portuguesa''' de [[1976]] ('''CRP''') é a actual [[constituição portuguesa]]. Foi redigida pela [[Assembleia Constituinte (Portugal)|Assembleia Constituinte]] eleita na sequência das primeiras eleições gerais livres no país em [[25 de Abril]] de [[1975]], 1.º aniversário da [[Revolução dos Cravos]]. Os seus deputados deram os trabalhos por concluídos em [[2 de Abril]] de [[1976]], data da sua aprovação, tendo a Constituição entrado em vigor a 25 de Abril de 1976 - na sua origem tinha forte pendor socializante, arrefecida porém nas sucessivas revisões constitucionais que adequaram Portugal aos princípios da economia de mercado vigentes no Velho Continente.
 
ATM
 
Até ao momento, a Constituição de 1976, é a mais longa [[constituição]] portuguesa que alguma vez entrou em vigor, tendo mais de 32 000 palavras (na versão actual). Estando há 37 anos em vigor e tendo recebido 7 revisões constitucionais (em [[1982]], [[1989]], [[1992]], [[1997]], [[2001]], [[2004]] e [[2005]]), a Constituição de 1976 já sofreu mais revisões constitucionais do que a [[Carta Constitucional portuguesa de 1826|Carta Constitucional de 1826]], a [[constituição]] portuguesa que mais tempo esteve em vigor, durante 72 anos (a qual, com cerca de 7000 palavras na versão original, recebeu somente 4 revisões).
Utilizador anónimo