Diferenças entre edições de "José Joaquim de Almeida e Araújo Correia de Lacerda"

sem resumo de edição
 
==Biografia==
Juiz de fora em [[Barcelos]], juiz desembargador do [[Tribunal da Relação do Porto]] e conhecido [[jurisconsulto]], era membro do Conselho de D. João VI e do Conselho de Estado. Pertencente à [[maçonaria]], Correia de Lacerda, foi nomeado para Ministro do Reino por D. [[João VI de Portugal|João VI]] depois de este ter sido pressionado pelos ingleses no sentido de demitir o [[Manuel Inácio Martins Pamplona Corte Real]], o [[Conde de Subserra]] e o [[Duque de Palmela]]. Exerceu aquele cargo durante os últimos meses do reinado daquele soberano e princípio da regência da infanta D. [[Isabel Maria de Bragança]].
 
Publicou diveros escritos anónimos, sendo-lhe atribuída a autoria da obra ''Exame dos artigos históricos e políticos que se contêm na colecção periódica intitulada «Correio Braziliense» no que pertence somente ao reino de Portugal'', publicada em Lisboa no ano de 1810.<ref name="dic"/>
 
{{NF|||Jose Joaquim Almeida Araujo Correia Lacerda}}
[[Categoria:Juízes de Portugal]]
[[Categoria:Juízes Conselheiros de Portugal]]
[[Categoria:Primeiros-ministros da Monarquia Constitucional Portuguesa]]
Utilizador anónimo