Abrir menu principal

Alterações

3 636 bytes adicionados ,  20h22min de 27 de novembro de 2015
m
revisão geral
{{Ver desambig||Ortodoxia doutrinária}}
{{Mais notas||soc|data=Fevereiro de 2008}}
{{Parcial||soc|data=novembro de 2011}}
{{Cristianismo}}
O termo '''''Ortodoxia''''' com letra maiúscula aplica-se a duas famílias de Igrejas cristãs, que não estão em comunhão com a [[Igreja Católica]] e que nem estão em comunhão entre si desde o tempo do [[Concílio de Calcedónia]] em [[451]].
A '''Ortodoxia''' pode designar os seguintes grupos de [[Igreja]]s:
* as '''[[Igrejas não-Calcedonianas]]''' (a [[Ortodoxia Oriental]]{{Nota de rodapé|O termo ''Ortodoxia Oriental'' deve ser usada com muito cuidado, porque este termo é reivindicado quer pelas Igrejas não-calcedonianas quer pelas [[Igreja Ortodoxa|Igrejas ortodoxas]].}}),<ref name = "Dict">orthodox. Dictionary.com. Online Etymology Dictionary. Douglas Harper, Historian. [http://dictionary.reference.com/browse/orthodox Dictionary Definition] (Página acessada em 07 de janeiro de 2013).</ref> que são aquelas [[Igrejas orientais]] que só aceitam os 3 primeiros [[concílio ecumênico|concílios ecuménicos]];
* a '''[[Igreja Ortodoxa]]''' (por vezes também chamada de Igreja Ortodoxa Oriental), que apareceu séculos mais tarde (no [[Grande Cisma do Oriente]]) do que as Igrejas não-calcedonianas (sendo por isso diferentes) e que aceita os [[sete primeiros concílios ecuménicos]];<ref>orthodox. Dictionary.com. The American Heritage Dictionary of the English Language, Fourth Edition. Houghton Mifflin Company, 2004. [http://dictionary.reference.com/browse/orthodox Dictionary definition] (Página acessada em 07 de janeiro de 2013).</ref>
* as Igrejas autodenominadas ortodoxas, mas que não estão em [[comunhão plena]] com a Igreja Ortodoxa e, mais concretamente, com o [[Patriarca Ecuménico de Constantinopla]] (ex: [[Igreja Ortodoxa Montenegrina]]).
 
Com letra minúscula, o termo ''ortodoxia'' pode significar conformidade com os princípios de qualquer doutrina geralmente aceptada. Fala-se, por exemplo, da ortodoxia marxista.<ref>[https://books.google.com/books?id=4t7OAwAAQBAJ&pg=PA475&lpg=PA475&dq=ortodoxia+marxista+defini%C3%A7%C3%A3o&source=bl&ots=gOAC1a5BCu&sig=DOpSYW9k0vbh3dFfAvHZCKe97Bs&hl=en&sa=X&ved=0ahUKEwjJkvuIp7DJAhVHCw8KHWl2D904ChDoAQgeMAA#v=onepage&q=ortodoxia%20marxista%20defini%C3%A7%C3%A3o&f=false Ana Maria Jacó-Vilela, Leny Sato, ''Diálogos em psicologia social'' (SciELO - Centro Edelstein 2012 ISBN 978-85-7982060-1), p. 475]</ref> E em vez de indicar falta de conformidade com a Igreja Católica, o termo ''ortodoxia'' (sempre com minúscula) pode significar precisamente conformidade com o dogma católico.<ref>[http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=ortodoxia Michaelis: Significado de "ortodoxia"]</ref>
==Igreja Ortodoxa==
{{Artigo principal|Igreja Ortodoxa}}
 
== As duas famílias da Ortodoxia ==
Chama-se Igreja Ortodoxa ao grupo de [[Igrejas orientais]] que aceitam somente os primeiros sete Concílios Ecumênicos.
 
Distinguem-se as duas famílias de Igrejas Ortodoxas de acorde com a respectiva atitude a respeito do Concílio de Calcedónia com a sua definição "Um só e mesmo Cristo, Senhor, Filho Único que devemos reconhecer em duas naturezas". As Igrejas que aceitam o concílio e a sua doutrina do [[diofisismo]] são chamadas "calcedonianas"; as que rejeitam o concílio, preferindo a doutrina do [[miafisismo]] são chamados "não calcedonianas". Usam-se diversas denominações para cada uma das duas famílias de Igrejas.
No {{séc|III}} [[Constantino]], primeiro Imperador de [[Roma]] a tornar o [[cristianismo]] uma [[religião]] oficial , através do Edito de Milão em 313. Antes de tal feito o cristianismo era considerado uma religião ilegal. Ele reuniu no ano [[325]] na cidade de Niceia o primeiro [[concílio]] [[ecumenismo|ecuménico]], que ficou conhecido como [[Primeiro Concílio de Niceia]], onde supostamente se definiu a [[Divindade]] de [[Jesus Cristo]]. Teodósio, seu sucessor, torna o cristianismo a religião oficial do [[Império Romano]]
 
Em busca de neutralidade, nas línguas alemã e inglesa geralmente empleam-se duas palavras sinónimas do significado "oriental". Assim em inglês, as Igrejas calcedonianas são chamadas "Eastern Orthodox", as não calcedonianas "Oriental Orthodox".<ref>[https://www.oikoumene.org/en/church-families/orthodox-churches-eastern World Council of Churches, "Orthodox churches (Eastern)"] e [https://www.oikoumene.org/en/church-families/orthodox-churches-oriental World Council of Church, "Orthodox churches (Oriental)"</ref> Os correspondentes nomes em alemão são "östlich-orthodoxe" e "orientalisch-orthodoxe".<ref>[https://www.oikoumene.org/de/church-families/orthodox-churches-eastern?set_language=de Ökumenischer Rat der Kirchen, "Östlich-orthodoxe Kirchen"] e [https://www.oikoumene.org/de/church-families/orthodox-churches-oriental Ökumenischer Rat der Kirchen, "Orientalisch-orthodoxe Kirchen"]</ref>
A Igreja Cristã era, naquela altura, dividida em cinco patriarcados tradicionais, apostólicos:
*[[Papa|Patriarcado de Roma ou do Ocidente]];
*[[Patriarca de Constantinopla|Patriarcado de Constantinopla;]]
*[[Patriarca de Alexandria|Patriarcado de Alexandria]];
*[[Patriarcado de Antioquia]];
*[[Patriarca de Jerusalém]];
 
Em espanhol os nomes geralmente usados são respectivamente "ortodoxas bizantinas" e "ortodoxas orientales";<ref>[https://www.oikoumene.org/es/church-families/orthodox-churches-eastern?set_language=es Consejo Mundial de Iglesias, "Iglesias ortodoxas (bizantinas)"] e [https://www.oikoumene.org/es/church-families/orthodox-churches-oriental?set_language=es Consejo Mundial de Iglesias, "Iglesias ortodoxas (orientales)"]</ref> e em francês "orthodoxes chalcédoniennes" e "orthodoxes orientales"<ref>[https://www.oikoumene.org/fr/church-families/orthodox-churches-eastern Conseil œcuménique des Églises, "Églises orthodoxes (chalcédoniennes)"] e [https://www.oikoumene.org/fr/church-families/orthodox-churches-oriental?set_language=fr Conseil œcuménique des Églises, "Églises orthodoxes orientales"]</ref>
Ainda foram feitos mais seis concílios antes do [[cisma]] ente as Igrejas Ortodoxas e a [[Igreja Católica]]. São eles:
 
Na Wikipédia portuguesa empleam-se os seguintes nomes:
*[[Constantinopla I]] (381) - Divindade do [[Espírito Santo]]. Condenação de [[Macedónio I de Constantinopla]]. Divisão das [[Pentarquia]]s.
* Para as Igrejas ortodoxas que aceitam o Concílio de Calcedónia: [[Igreja Ortodoxa]] (nome principal) ou [[Igreja ortodoxa]], [[Igreja Católica Ortodoxa]], [[Igreja Católica Apostólica Ortodoxa]], [[Cristianismo Ortodoxo]], [[Catolicismo ortodoxo]] ou [[Catolicismo Ortodoxo]]
*Éfeso (431) - Maternidade Divina de [[Maria (mãe de Jesus)|Maria]]. Condenação de [[Nestório]]. Em Cristo uma [[Hipóstase]], a Divina.
* Para as Igrejas ortodoxas que rejeitam o Concílio de Calcedónia: [[Igrejas não calcedonianas]] (nome principal), [[Igreja Ortodoxa Oriental]] ou [[Igrejas Ortodoxas Orientais]], [[Ortodoxia Oriental]] ou [[Ortodoxia oriental]]
*Calcedónia (451) - Dualidade da natureza em [[Jesus Cristo]]: Condenação de [[Eutiques]], que ensinava o [[monofisismo]].
*Constantinopla II (553) - Condenou as obras escritas pelos seguidores do herege Nestório
*Constantinopla III (680) - Dualidade de Vontades em [[Jesus Cristo]], não contrariadas uma pela outra, mas a vontade humana sujeita à vontade Divina. Condenação do [[Monotelismo]].
*Niceia II ([[787]]) - Condenação do [[Iconoclasmo]].
 
== Ortodoxia calcedoniana ou bizantina ==
===O Cisma===
{{Artigo principal|GrandeIgreja Cisma do OrienteOrtodoxa}}
A Igreja, espalhada no conjunto da bacia mediterrânica e organizada em redor dos seus cinco patriarcados ([[Roma]], [[Constantinopla]], [[Alexandria]], [[Antioquia]] e [[Jerusalém]]), soube guardar no princípio a sua unidade global, (seguramente, largos seguidores da parte oriental da Igreja desligaram-se dela após o [[Concílio de Calcedónia]] - as chamadas Igrejas não-calcedonianas: [[Igreja Apostólica Armênia|da Arménia]], [[Igreja Ortodoxa Etíope|da Etiópia]], [[Igreja Ortodoxa Copta|do Egipto]] e [[Igreja Ortodoxa Síria|da Síria]]). Esta unidade torna-se mais aleatória depois da queda do [[Império Romano]] do Ocidente.
 
As Igrejas ortodoxas calcedonianas aceitam somente os primeiros sete [[concílio ecumênico|concílios ecumênicos]]. Por ser de tradição oriental, se distinguem de outras Igrejas que também aceitam somente os mesmos sete concílios ecumênicos: por exemplo, a [[Velha Igreja Católica]].
As divergências culturais, o uso do [[latim]] no Ocidente e do [[Língua grega|grego]] no Oriente bem depressa cederam o passo às divergências de ordem político-religiosa que resultaram da separação do mundo mediterrânico em entidades políticas distintas. A instabilidade merovíngia no Ocidente que, por muitas vezes, fez do [[Papa]] o único elemento estável, reforça a autoridade jurídica do primaz romano, o qual anteriormente desfrutava apenas de uma [[primazia]] de honra.
 
Por vezes os ortodoxos calcedonianos são definidos como os cristãos que estão em comunhão com o [[patriarca ecumênico de Constantinopla]].<ref>Por exemplo, [http://dictionary.reference.com/browse/orthodox-church Random House Dictionary, "Orthodox Church"]</ref> Algums escritores consideram esta definição inadequada. Na teologia ortodoxa, Constantinopla poderia caducar da comunhão ortodoxa.<ref>[https://books.google.com/books?id=Hje62q52XNsC&pg=PA144&dq=Nichols+Constantinople+could+lapse&hl=en&sa=X&redir_esc=y#v=onepage&q=Nichols%20Constantinople%20could%20lapse&f=false Aidan Nichols, ''Rome and the Eastern Churches'' (Ignatius Press 2010 ISBN 978-1-58617282-4), p. 144]</ref> E houveram tempos nos quais algumas Iglesias ortodoxas não estavam em comunhão com Constantinopla, por exemplo, o patriarcado de Moscou em 1966.<ref>[http://biblicalstudies.org.uk/pdf/rss/25-2_125.pdf Serge Keleher, "Orthodox Rivalry in the Twentieth Century: Moscow versus Constantinople", em ''Religion, State & Society'', Vol. 25, No. 3 (1997), p. 135]</ref><ref>[https://mospat.ru/archive/en/2000/11/se011081/ Russian Orthodox Church, "Statement of the Holy Synod of the Russian Orthodox Church, 8 November 2000"]</ref> O patriarca de Constantinopla tem, entre os chefes das outras Igrejas a posição de ''[[primus inter pares]]''.<ref>[http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2014/11/29/papa-e-patriarca-ortodoxo-rezam-em-istambul-pela-unidade-de-cristaos.htm BOL Notícias, "Papa e patriarca ortodoxo rezam em Istambul pela unidade de cristãos", 29 de novembro de 2014]</ref>
Ao longo do tempo, as divergências entre os cristãos ocidentais e orientais foram-se tornando cada vez mais nítidas e acentuadas, até que, em 1054, se deu o Grande Cisma do Oriente, em que a Igreja Ortodoxa (do Oriente) se separou oficialmente da Igreja Católica (do Ocidente). Apesar de depois ocorrer várias aproximações e tentativas de reconciliação, esta ruptura foi ainda mais aprofundada com o [[saque de Constantinopla]] (1204) durante a [[Quarta Cruzada]] e com a [[queda de Constantinopla|queda do Império Bizantino]] (1453) nas mãos dos [[turcos otomanos]].
 
Todas as Igrejas desta família ortodoxa usam na liturgia o [[rito bizantino]].<ref>[http://orthodoxinfo.com/general/history3.aspx Orthodox Christian Information Center, "The Church of Imperial Byzantium"]</ref>
===Doutrina===
A Igreja Ortodoxa crê na [[Santíssima Trindade|Trindade]], na natureza humana e divina de [[Jesus Cristo]], que veio para perfeicionar o ser humano. "Deus tornou-se homem, para que o homem torne-se Deus". Pecado não é visto como violar uma lista de regras, mas o estado não atingir o objetivo de aproximação de Deus, assim não crê que o pecado original transmitiu a culpa de Adão para seus descendentes, mas somente as consequências. A salvação é vista como um processo, como uma cura.
 
=== Lista de Igrejas autocéfalas e autónomas ===
Maria nasceu sob a égide do pecado original (conforme a concepção ortodoxa e não a ocidental), mas viveu uma vida santa. Ela é considerada a ''[[Theotokos]]'', aquela que portou Deus em si, rejeitando a tradução latina de "Mater Dei" preferindo "Deipara" ou "Dei genetrix" que são mais acurados.
 
A seguinte lista é publicada pela [[Igreja Ortodoxa na América]],<ref>[http://oca.org/directories/world-churches `World Churches]</ref> (cuja própria autocefalia não é reconhecida por todas as igrejas ortodoxas). As quatro primeiras são os ''antigos patriarcados'', que carregam a tradição da [[pentarquia]]. Os cinco seguintes são os ''pequenos patriarcados'', posteriormente reconhecidos pelo Patriarca de Constantinopla. O [[Conselho Mundial de Igrejas]] dá em espanhol e inglês a mesma lista das 15 Igrejas ortodoxas autocéfalas,<ref>[https://www.oikoumene.org/en/church-families/orthodox-churches-eastern/eastern-orthodoxy World Council of Churches, "Eastern Orthodoxy"]</ref><ref name=CMI>[https://www.oikoumene.org/es/church-families/orthodox-churches-eastern Consejo Mundial de Iglesias, "Iglesias ortodoxas (bizantinas)"]</ref> mas em alemão e francês omite a Igreja Ortodoxa na América.<ref name=ORK>[https://www.oikoumene.org/de/church-families/orthodox-churches-eastern?set_language=de Ökumenischer Rat der Kirchen, "Östlich-orthodoxe Kirchen"]</ref><ref name=COE>[https://www.oikoumene.org/fr/church-families/orthodox-churches-eastern?set_language=fr Conseil œcuménique des Églises, "Églises orthodoxes (chalcédoniennes)"]</ref> A [[BBC]] enumera todas as 15 Igrejas autocéfalas.<ref>[http://www.bbc.co.uk/religion/religions/christianity/subdivisions/easternorthodox_1.shtml BBC, "Eastern Orthodox Church"]</ref>
A divina liturgia é solene e bela, possui um papel importante. Segue os ritos bizantino, antioqueno, alexandrino e o antigo rito de Jerusalém em algumas ocasiões especiais.
 
*As 15 Igrejas ortodoxas autocéfalas
A Igreja Ortodoxa é governada tendo Jesus Cristo como o supremo primaz, que atua através do Espírito Santo através do conceito de "[[sobornost]]".
**[[Patriarcado de Constantinopla]]
**[[Igreja Ortodoxa Grega de Alexandria|Patriarcado de Alexandria]]
**[[Igreja Ortodoxa Grega de Antioquia|Patriarcado de Antioquia]]
**[[Patriarca Grego Ortodoxo de Jerusalém|Patriarcado de Jerusalém]]
**[[Patriarcado de Moscovo]]
**[[Igreja Ortodoxa Georgiana|Patriarcado da Geórgia]]
**[[Igreja Ortodoxa Sérvia|Patriarcado da Sérvia]]
**[[Igreja Ortodoxa Romena|Patriarcado da Roménia]]
**[[Igreja Ortodoxa Búlgara|Patriarcado da Bulgária]]
**[[Igreja Ortodoxa de Chipre]]
**[[Igreja da Grécia|Igreja Ortodoxa da Grécia]]
**[[Igreja Ortodoxa Albanesa|Igreja Ortodoxa da Albânia]]
**[[Igreja Ortodoxa Polonesa|Igreja Ortodoxa da Polónia]]
**[[Igreja Ortodoxa Tcheca e Eslovaca|Igreja Ortodoxa das Républicas Checa e Eslovaca]]
**[[Igreja Ortodoxa na América]]
*Igrejas ortodoxas autónomas
**[[Igreja Ortodoxa do Sinai]]
**[[Igreja Ortodoxa Finlandesa|Igreja Ortodoxa da Finlândia]]
**[[Igreja Ortodoxa do Japão]]
**[[Igreja Ortodoxa da Ucrânia]]
 
Pode-se mencionar também outras não autocéfalas:
===O uso do termo "católica"===
**[[Igreja Ortodoxa Apostólica Estoniana|Igreja Ortodoxa da Estónia]]
Muitas Igrejas Ortodoxas adotam o título de ''católica'' como parte de seus nomes. Esse uso não indica alinhamento com a [[Igreja Católica Apostólica Romana]] sediada no Vaticano, sendo uma referência ao sentido original da palavra, que significa ''universal''.
**[[Igreja Ortodoxa Estoniana do Patriarcado de Moscou]]
**[[Igreja Ortodoxa do Japão]]
**[[Igreja Ortodoxa da Moldávia]]
**[[Igreja Ortodoxa Montenegrina]]
**[[Igreja Ortodoxa Russa no Exterior]]
**[[Igreja Ortodoxa Ucraniana]]ias}}
 
== verOrtodoxia tambémnão calcedoniana ==
{{Artigo principal|Igrejas não calcedonianas}}
*[[Igreja Ortodoxa]]
As Igrejas ortodoxas não calcedonianas ou orientales aceitam somente os primeiros três [[concílio ecumênico|concílios ecumênicos]].
*[[Igreja Ortodoxa Ucraniana]]
*[[Igreja Ortodoxa Russa]]
 
São unidas pela profissão de fé no [[miafisismo]], afirmando, de acorde com a expressão de [[Cirilo de Alexandria]], "uma natureza do Verbo de Deus encarnado", que na pessoa una de Jesus Cristo, a divindade e a humanidade estão unidas em uma única ou singular natureza, unidas sem separação, sem confusão e sem alteração.
{{Notas}}
 
Não há para estas Igrejas uma figura correspondente à do Patriarca de Constantinopla para as Igrejas ortodoxas calcedonianas, e têm uma grande variedade de formas litúrgicas.
{{Referências}}
 
== Lista das Igrejas ==
O [[Conselho Mundial de Igrejas]] dá a seguinte lista das seis Igrejas ortodoxas orientales ou não calcedonianas:<ref>[https://www.oikoumene.org/en/church-families/orthodox-churches-oriental/oriental-orthodox-churches Oriental Orthodox Churches]</ref>
* [[Igreja Ortodoxa Copta]]
* [[Igreja Ortodoxa Síria]]
* [[Igreja Apostólica Armênia]]
* [[Igreja Ortodoxa Etíope]]
* [[Igreja Ortodoxa Eritreia]]
* [[Igreja Ortodoxa Indiana]]
 
== Ver também ==
*[[Ortodoxia doutrinária]]
*[[Judaísmo ortodoxo]]
*[[Ortodoxia sunita]]
 
== Referências ==
{{Reflist}}
 
 
{{Portal3|Cristianismo}}
 
{{Esboço-cristianismo}}
 
[[Categoria:Ortodoxia Oriental]]