Abrir menu principal

Alterações

991 bytes adicionados ,  01h56min de 3 de dezembro de 2015
sem resumo de edição
x = 20 print y
Ao invés de ser analisada na fase de análise, esta construção é capturada, verificando os valores na árvore de sintaxe, portanto, como parte da análise semântica: sintaxe sensível ao contexto é, na prática, muitas vezes mais facilmente analisada como semântica.
 
== Visão geral do processo ==
O caso comum de análise de uma linguagem de programação possui dois níveis de gramática: lexicais e sintáticas.
 
A primeira etapa é a geração de tokens ou análise léxica, pelo qual o fluxo de caracteres de entrada é dividido em símbolos significativos definidos por uma gramática de expressões regulares.
 
A próxima etapa é ou a análise sintática, que é a verificação de que os tokens formam uma expressão permitida. Isso geralmente é feito com referência a uma gramática livre de contexto que define de forma recursiva componentes que podem fazer-se uma expressão e a ordem em que devem aparecer. No entanto, nem todas as regras que definem linguagens de programação podem ser expressas somente por gramáticas livres de contexto.
 
A fase final é a análise semântica, que elabora as implicações da expressão apenas validadas e toma a ação apropriada. Gramáticas de atributos pode ser usadas para definir estas ações.
 
== Objetivo ==
Utilizador anónimo