Diferenças entre edições de "Ali ibne Iúçufe"

35 bytes removidos ,  18h20min de 13 de dezembro de 2015
sem resumo de edição
|nome completo =
|casa = [[Dinastia almorávida|Almorávida]]
|pai = [[Iúçufe ibne Tasufine]]
|mãe =
|data de nascimento ={{dni|||1061|si}}
|local de nascimento=
|data da morte ={{morte|2|09|11061143}}
|local da morte =
|data de enterro =
}}
 
'''Ali ibne Iúçufe ibn Taxifine/Taxufine''' (''Ali ibn Yusuf ibn Tashfin''; {{langx|el|علي بن يوسف}}; m. [[1143]]) ou '''Ali ben Yūsuf ben Tāxufīn''', ou, ainda, '''Ali ibn-Yusuf ibn-Tachfin''' (m. [[1143]]; em [[língua árabe|árabe]] : علي بن يوسف), filho de [[Iúçufe ibne Tasufine]], foi o segundo [[emir]] da dinastia dos [[almorávidas]], de [[1106]] a 1143. Venceu os [[Cristãos]] na [[Batalha de Uclés]]. Extinguiu a [[Taifa de Saragoça]] em 1110 e atacou e tomou [[Coimbra]] (excepto o [[Castelo de Coimbra|castelo]]) em 1117.
 
Durante o seu governo ocorreu a revolta dos [[Califado Almóada|almóadas]] em [[Marrocos]] e o seu general, Sir, reconquistou [[Sintra]], [[Lisboa]] e [[Santarém (Portugal)|Santarém]] ao [[Condado Portucalense]]. Por ocasião da [[Tomada de Santarém]] em [[15 de Março]] de [[1147]], o poeta {{ilc|ibne Abdune||Ibn Abdun}} escreveu famosa carta a este governante. Foi sucedido pelo seu filho [[Tasufine ibne Ali ibne Iúçufe]].