Abrir menu principal

Alterações

244 bytes adicionados ,  22h33min de 27 de dezembro de 2015
sem resumo de edição
|alma_mater ={{nowrap|[[Universidade de Estrasburgo]]}}, {{nowrap|[[Universidade de Göttingen]]}}, {{nowrap|[[Universidade de Munique]]}}, {{nowrap|[[Universidade Humboldt de Berlim]]}}
|tese =1903: ''Über die Interferenzerscheinungen an planparallelen Platten''
|orientador =[[Max Planck]]<ref>{{MathGenealogy|id name=44139}}<"Huebener & Lübbig"/ref>
|orientado =
{{nowrap|[[Friedrich Beck]]}}, {{nowrap|[[Max Kohler]]}}, {{nowrap|[[Fritz London]]}}, {{nowrap|[[Leó Szilard]]}}, {{nowrap|[[Erna Weber]]}}
Devido à função de seu pai, junto com ele Max von Laue era enviado a várias cidades. Com isso ele estudou em diferentes escolas. Mas foi na [[Universidade de Estrasburgo]], sob a influência do professor [[Goering]] que ele adquiriu gosto pela ciência, porem logo se mudou para Universidade de [[Göttingen]] onde trabalhou com [[Woldemar Voigt|W.Voigt]] e [[W. Abraão]] os quais exerceram grande influência sobre as idéias de Max von Laue. Em 1902 foi para a Universidade de [[Berlim]] trabalhar sob a orientação de [[Max Planck]], onde assistiu palestras sobre [[espectroscopia]] de calor e radiação o que incentivou sua especialização em [[espectroscopia]] de radiação.
 
Em 1903 obteve o doutorado em [[Berlim]] e em 1905 foi convidado a trabalhar com [[Max Planck]] no instituto de física teórica de [[Berlim]].<ref name="Huebener & Lübbig">{{Citar livro |sobrenome=Huebener |nome=Rudolf P |coautor=Lübbig, Heinz |título=A Focus of Discoveries |subtítulo= |língua=inglês |edição= |local= |editora=World Scientific |ano=2012 |página=174 |páginas= |isbn=9814397555 }}</ref> Max von Laue mostrava um grande interesse pelas teorias de [[Einstein]] sobre [[relatividade]] e em [[1907]] começou a publicar artigos sobre essas teorias. Em 1909 Entrou como [[Privatdozent]] na Universidade de [[Munique|München]] onde proferia palestras sobre [[óptica]], [[termodinâmica]] e [[teoria da relatividade]]. No ano seguinte casou-se com Magdalena von Laue Desen, a filha de [[Max Planck]]. Em 1912 tornou-se professor da [[Universidade de Zurique]] onde iniciou seu trabalho de medição do comprimento de onda do [[Raio X]] utilizando o efeito de [[difração]] em [[cristais]], trabalho esse que lhe daria o [[Prêmio Nobel]] em [[1914]]. Em [[1919]] tornou-se professor de física da Universidade de [[Berlim]], onde permaneceu até [[1943]]. Entre outros cargos que também ocupou se destacam o cargo de diretor do instituto [[Max Planck]], diretor do instituto de física e química de Fritz Heber de [[Berlim]]. Em [[1945]] com o fim da [[Segunda Guerra Mundial|guerra]] Max von Laue foi levado pelas tropas anglo-americanas para a [[Inglaterra]], onde ficou confinado até 1946.
 
Participou da 2ª [[Conferência de Solvay]].
*{{Link|en|2=http://nobelprize.org/nobel_prizes/physics/laureates/1914/|3=Perfil no sítio oficial do Nobel de Física 1914}}
*[http://www.nobel-winners.com/Physics/max_theodor_felix_von_laue.html Sobre Max von Laue]
 
 
{{Começa caixa}}
122 930

edições