Diferenças entre edições de "Rodolfo Bernardelli"

282 bytes adicionados ,  14h33min de 1 de janeiro de 2016
Infocaixa
(Infocaixa)
{{Info/BiografiaArtista
|nome = Rodolfo Bernardelli
|imagem = Henrique e Rodolfo Bernardelli.jpg
|imagem_tamanho = 250px
|imagem_legenda =
|legenda = [[Henrique Bernardelli]] e Rodolfo Bernardelli (à direita)
|nomecompleto = José Maria Oscar Rodolfo Bernardelli y Thierry
|nome_completo =
|pseudónimo =
|data_nascimento = 18 de dezembro de 1852
|local_nascimentonome_nativo = =
|assinatura nome_mãe =
|data_morte = {{morte e idade|7|4|1931|18|12|1852|lang=br}}
|local_morte nome_pai =
|nascimento_data = {{dni|18|12|1852|si}}
|nacionalidade =
|nascimento_local = [[Guadalajara (México)|Guadalajara]]
|ocupação =
|data_morte morte_data = {{morte e idade|7|4|1931|18|12|1852|lang=br}}
|assinatura =
|morte_local = [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]]
|nacionalidade = {{MEXn|o}}<br>{{BRAn|o}}
|nome_completoárea =
|nacionalidadeformação =
|movimento(s) =
|obrasdestacadas =
|publicaçoes =
|patronos =
|influências =
|influenciou =
|ocupação prémios =
|website =
|assinatura = [[File:Rodolfo Bernardelli Signature.svg|250px]]
}}
'''José Maria Oscar Rodolpho Bernardelli y Thierry''' ([[Guadalajara (México)|Guadalajara]], [[18 de dezembro]] de [[1852]] — [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[7 de abril]] de [[1931]]) foi um escultor e professor mexicano naturalizado brasileiro. Também, esporadicamente, transitou pela pintura e pelo desenho.
 
Em companhia da família (foi irmão dos também artistas [[Henrique Bernardelli]] e [[Félix Bernardelli]]), deixou seu país natal em 1866, passando pelo [[Chile]] e [[Argentina]] e fixando moradia no estado brasileiro do [[Rio Grande do Sul]]. De lá, mudou-se para o [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], onde frequentou, entre 1870 e 1876, aulas de escultura e de desenho de modelo vivo na [[Academia Imperial de Belas Artes]].
 
[[Ficheiro:RodolfoBernardelliSignature.jpg|miniaturadaimagem|Assinatura.]]
Viveu alguns anos na [[Europa]], estudando em [[Roma]]. De volta ao [[Brasil]], passou a atuar como professor de escultura estatuária na Academia Imperial de Belas Artes e como diretor na recém-criada [[Escola Nacional de Belas Artes]], que chefiou por 25 anos. Deve-se-lhe a construção do atual edifício.