Diferenças entre edições de "Pus"

Sem alteração do tamanho ,  14h38min de 1 de janeiro de 2016
Correção de erro, pois Hipócrates viveu anteriormente a Cristo.
m (Reversão de uma ou mais edições de 200.158.211.204 para a versão 42251648 de 191.187.102.246, com Reversão e avisos.)
(Correção de erro, pois Hipócrates viveu anteriormente a Cristo.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
No livro ''Tratado de cirurgia dermatológica, cosmiatria e laser'' há a seguinte citação histórica sobre o pus:
 
::«Em 400 [[da.C.]] [[Hipócrates]] pregava a assepsia das feridas usando vinagre e, após esse período, somente no [[século XIX]] [[Joseph Lister]] estabeleceu a associação entre pus e infecção na ferida. Antes o pus era considerado parte integrante do processo de cicatrização.»<ref name="Trat" >{{citar livro|autor={{small|MARTINS}}, Sarita; ''et al''|título=Tratado de cirurgia dermatológica, cosmiatria e laser|editora=Elsevier Health Sciences|ano=2013|páginas=944|id=ISBN 9788535269314}}</ref>
 
Apesar da mais comum coloração, é perfeitamente possível serem observadas coleções purulentas com outras colorações. Pus azulado é encontrado em infecções por ''Pseudomonas æruginosa'' como resultado do pigmento bacteriano piocianina que tal micro-organismo produz; abscessos amebianos hepáticos por sua vez produzem pus de coloração acastanhada, quando o pus é liberado em consequência de feridas inflamadas ou em algumas doenças de pele, como por exemplo, o [[furúnculo]].<ref name="Trat" />
Utilizador anónimo