Diferenças entre edições de "Varíola"

3 bytes removidos ,  13h24min de 5 de janeiro de 2016
m (Foram revertidas as edições de 2001:8A0:F40E:2A01:38DF:B68B:DFB9:1F71 para a última revisão de Fasouzafreitas, de 15h01min de 1...)
A varíola foi uma das principais responsáveis pela destruição das populações nativas da [[América]] após a sua importação da [[Europa]] com [[Cristóvão Colombo|Colombo]]. No [[Brasil]] foi primeiramente referenciada em 1563 na [[Ilha de Itaparica]]<ref name="Schatzmayr" /> causando grande número de casos e óbitos, principalmente entre os [[Índio|indígenas]]. Juntamente com o [[Sarampo]], [[Varicela]] e outras doenças, ela matou mais de 90% da população nativa do continente, derrotando e destruindo as civilizações [[Asteca]] e [[Inca]].
 
Acredita-se que a varíola tenha sido introduzida propositadamente na população nativa pelo exército de [[Hernán Cortés]]<ref name="Schatzmayr"/> e [[Francisco Pizarro]] para derrotar as civilizações nativas da [[América Latina]]. No caso do Império Inca, a disseminação da varíola tinha se espalhado com extrema rapidez, ocasionando a morte do Inca (imperador) e dos seus sucessores imediatos, antes mesmo dos espanhóis chegarem aos [[Andes]]. A morte do inca e seus sucessores levou o Império à guerra civil, permitindo aos espanhóis conquistá-lo em seguida.
 
Na [[Inglaterra]] do [[século XVIII]] a varíola era responsável por cerca de 10% dos falecimentos, e mais de um terço em crianças.
Utilizador anónimo