Abrir menu principal

Alterações

134 bytes adicionados, 16h49min de 6 de janeiro de 2016
O Brasil marcou o primeiro gol da partida, com apenas dois minutos do segundo tempo, o que acionou a torcida. Novamente [[Varela]] teve um importante papel ao pegar a bola e disputar a validade do gol com o juiz, alegando [[impedimento]] do jogador brasileiro. Depois de ser vencido pela arbitragem, Varela levou a [[bola]] ao meio de campo e gritou para o seu time "Agora é a hora de vencer!".
 
O Uruguai realmente conseguiu inverter o jogo. Apesar da sua admirável capacidade ofensiva, o time do Brasil mostrava falhas na sua defesa, e aos 21 minutos, [[Juan Alberto Schiaffino]] empatou o jogo. Enquanto o Brasil colocava a bola no centro para recomeçar a partida, Varela gritou para seus companheiros: "Mais alma! Mais alma!".
 
A multidão calou-se, em contraste com a erupção de gritos e vivas que havia, pouco antes de levar o gol (quando o resultado ainda era favorável para Brasil). Restando apenas 11 minutos de jogo, [[Alcides Edgardo Ghiggia]], correu pelo lado direito do campo e fez outro gol. A multidão morrera. E assim continuou até o árbitro da partida, George Reader da [[Inglaterra]], apitar o fim do jogo.
59

edições