Diferenças entre edições de "Teste de arma nuclear"

348 bytes adicionados ,  18h42min de 6 de janeiro de 2016
 
=== Israel e África do Sul ===
De acordo com dados fornecidos pelo [[satélite Vela]], [[Israel]] e [[África do Sul]] podem ter detonado um dispositivo nuclear no [[Oceano Índico]], a [[22 de setembro]] de [[1979]]. O episódio é conhecido como [[incidente Vela]]. Como houve dúvidas sobre a interpretação da imagem do satélite, ou seja, se o clarão mostrado na imagem corresponderia mesmo a uma explosão nuclear, a [[Jimmy Carter|administração Carter]], na época, designou uma comissão liderada pelo professor do [[MIT]] Jack Ruina, para analisar a confiabilidade da deteção do satélite. Essa comissão concluiu, em julho de [[1980]], que o lampejo mostrado pela imagem do satélite "provavelmente" significava uma explosão nuclear.<ref name="ad_hoc">" RUINA, J. ''et al''. [http://foia.abovetopsecret.com/VELA_SATELLITE/THE_VELA_INCIDENT/REPORTS/AD_HOC_REPORT_SEPT_23_1980.pdf Relatório do painel ''ad hoc'' sobre o evento de 22 de setembro] {{en}}. 23 de maio de 1980.</ref> No entanto, membros do ''Nuclear Intelligence Panel'' (NIP), coordenado por Donald Kerr, fizeram sua própria investigação. Mais tarde, Kerr afirmaria: "Nós não tínhamos dúvida de que era uma bomba". Embora os especialistas do NIP tivessem concluído que havia sido um mesmo um teste nuclear e que esse teste fora feito por israelenses e sul-africanos, a Casa Branca determinou que não se discutisse publicamente o assunto, por razões de [[segurança nacional]].<ref>HERSH, Seymour M. [http://pt.scribd.com/doc/29073753/The-Samson-Option-by-Seymour-Hersh ''The Samson Option: Israel's Nuclear Arsenal and American Foreign Policy'']. New York: Random House, 1991. ISBN 0-394-57006-5, 272-273, 280. [Victor] ''Gilinsky wasn't surprised when the Ruina panel concluded that no nuclear test probably had taken place: 'Everyone took the bureaucratically appropriate decision.'"'' (...) ''"NIP had done its own investigation into the VELA test, and had been ordered by the White House — citing national security — not to discuss it publicly."''</ref> Segundo o jornalista [[Seymour Hersh]], a deteção correspondia ao terceiro teste nuclear realizado conjuntamente por Israel e [[África do Sul]] no Oceano Índico.<ref>HERSH, op.cit. 271.</ref><ref>[http://nuclearweaponarchive.org/Safrica/Vela.html Report on the 1979 Vela Incident]. Por Carey Sublette. 1° de setembro de 2001.</ref>
 
=== Coreia do Norte ===
A explosão teve uma potência inferior a 1 quiloton. Especula-se que a bomba falhou ou teve um rendimento menor do que o esperado.
 
Outros doistrês testes foram realizados pelos norte-coreanos: em [[Teste nuclear norte-coreano de 2009|2009]], cuja potência atingiu 2 kt; e em [[Teste nuclear norte-coreano de 2013|2013]], o artefato pode ter rendido até 10 quilotons; e em [[Teste nuclear norte-coreano de 2016|2016]].<ref>{{citar web|URL = http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2016-01-06/onu-convoca-reuniao-de-emergencia-apos-coreia-do-norte-realizar-teste-nuclear.html|título = ONU convoca reunião de emergência após Coreia do Norte realizar teste nuclear|data = |acessadoem = |autor = |publicado = }}</ref>
 
Todas essas atividades foram severamente condenadas e repudiadas pela comunidade internacional.