Abrir menu principal

Alterações

1 byte adicionado ,  05h41min de 11 de janeiro de 2016
m
 
=== Anos 2000 ===
A pedido de Marcelo Castelo Branco, presidente da ''Universal Music'', lançou ''Bossa'', no qual regravou canções nacionais e internacionais, de outros gêneros neste estilo.<ref>{{citar web |url=http://cultura.estadao.com.br/noticias/musica,zizi-possi-faz-leitura-particular-da-bossa-nova,20010926p6194 |autor= |publicado=Estadão |data=26 de Setembro de 2001 |acessodata=3 de Agosto de 2014 |língua= |título=Zizi Possi faz leitura particular de bossa nova}}</ref> O disco, na contramão do que a gravadora havia proposto, não teve nenhum lançamento oficial nem qualquer trabalho por parte da empresa para divulgação ou distribuição. As apresentações de lançamento em SP e RJ foram financiadas pela própria cantora. Isso causou uma crise com a gravadora ''Universal'' e a cantora solicitou veementemente o desligamento da empresa, o que ocorreu ao final da temporada na casa de espetáculos ''[[Canecão]]'' (RJ, 2002). Esta crise de credibilidade de apalavramento entre a empresa e a cantora a levou a desistir definitivamente de longos contratos com gravadoras <ref name="Biografia, Site oficial">Biografia, Site oficial</ref>. Em decorrência de problemas familiares e de um processo de [[depressão nervosa|depressão]], afataafasta-se dos palcos, durante aproximadamente três anos <ref name="Biografia, Site oficial"/>.
 
Em 2000 a ''Universal Music'' lançou a caixa tripla ''Três vezes Zizi'', dos discos em italiano e ainda ''Puro Prazer'', devido ao total de um milhão de cópias que os três venderam em conjunto. Nesse mesmo ano, a gravadora relançou os discos gravados na primeira fase, pela ''série Tudo'' e foi premiada na Itália em 2003 no ''Prêmio Carosone Internazionale''.<ref>{{citar web |url=http://www.premiocarosone.com/past/carosone_2003/news.html|autor= |publicado=Premio Carosone Website |data=2003 |acessodata=3 de Agosto de 2014 |língua=italiano |título=Prêmio Carosone 2003 (News)}}</ref> O retorno aos palcos ocorreu com o lançamento: ''Para Inglês ver e Ouvir'' (2005) com clássicos da música internacional, [[EUA|norte-americana]] e [[Inglaterra|inglesa]]. O projeto, surgido com o repertório selecionado pela cantora para atender ao convite da casa paulistana de espetáculos noturnos ''Bourbon Street'', foi gravado no ''Teatro Frei Caneca'' (São Paulo). Entre os méritos este conta ser o ''primeiro disco ao vivo'' lançado em 27 anos de carreira, o primeiro em inglês e o segundo ''DVD'' lançado, após ''Per Amore'' (originalmente lançado em ''[[VHS]]'' em 1998).