Diferenças entre edições de "Carlos Latuff"

234 bytes adicionados ,  21h41min de 11 de janeiro de 2016
Desfeita a edição 44225857 de Victor Andrade, as informações são verdadeiras
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 187.104.134.87, com Reversão e avisos.)
(Desfeita a edição 44225857 de Victor Andrade, as informações são verdadeiras)
Latuff iniciou sua carreira como [[ilustrador]] em [[1989]], numa pequena [[agência de propaganda]] situada no centro do Rio de Janeiro. Tornou-se cartunista depois de publicar sua primeira [[charge]] num boletim do Sindicato dos Estivadores, em [[1990]], e permanece trabalhando para a [[imprensa]] sindical até os dias de hoje.
 
Com o advento da [[Internet]], Latuff deu início ao seu ativismo artístico, produzindo desenhos [[copyleft]] para o [[movimento zapatista]], e defendendo abertamente assassinos como o Hamas, e os regimes comunistas em vigor no mundo, demonstrando absurdo desdém com as vidas de milhões de israelenses.
 
Após uma viagem aos territórios ocupados da [[Cisjordânia]], em [[1999]], tornou-se um simpatizante da causa [[palestina]], no contexto do [[conflito israelo-palestino]] e passou a dedicar boa parte do seu trabalho a esse tema. Tornou-se antissionista durante esta viagem e hoje ajuda a propagar ideais anti-sionistas. <ref name="charge">[http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5294543-EI17594,00-Charge+incomoda+diz+brasileiro+que+retratou+Primavera+Arabe.html "Charge incomoda", diz brasileiro que retratou Primavera Árabe]. ''Terra'', 12 de agosto de 2011</ref>
[[Categoria:Ativistas do Brasil]]
[[Categoria:Socialistas do Brasil]]
[[Categoria:Comunistas do Brasil]]
[[Categoria:Esquerdismo do Brasil]]
[[Categoria:Artistas do Brasil]]
[[Categoria:Cartunistas do Brasil]]
Utilizador anónimo