Diferenças entre edições de "Mamude de Gásni"

361 bytes removidos ,  00h27min de 14 de janeiro de 2016
Foram revertidas as edições de 191.205.60.132 por adição de informação suspeita sem fontes (usando Huggle) (3.1.18)
(Foram revertidas as edições de 191.205.60.132 por adição de informação suspeita sem fontes (usando Huggle) (3.1.18))
[[Imagem:Mahmud and Ayaz and Shah Abbas I.jpg|thumb|uright|Mahmud de Gázni e Malik Ayaz]]
 
'''Yāmīn al-Dawlah Abd al-Qāṣim Maḥmūd Ibn Sebük Tegīn de Gázni''' ou, mais frequentemente, '''Mahmud de Gázni''' ({{langx|fa|محمود غزنوی||Maḥmūd-e Ghaznawī}}; [[Gázni]], {{dni|lang=pt|2|11|971|si}} — {{morte|30|4|1030}}), foi o governador do [[Império Gaznévida]] desde 997 ou 998 até à sua morte. Mahmud tornou a antiga capital da província de Gázni na mais rica cidade e capital de um extenso império, que incluiu o território pertencente ao actual [[Afeganistão]], uma parte do actual [[Irão]], bem como algumas regiões do noroeste do [[subcontinente indiano]], como o actual [[Paquistão]]. Foi igualmente o primeiro governador com o título de [[sultão]], que significou a sua quebra com a [[suserania]] do [[califa]]. Quando Mahmud de Ghazni conquistou a Índia, impôs o islamismo ao povo e adotou a prática de destruir todos os idolos. Em 1024, capturou Somnath. Fora da cidade havia um templo dedicado a Siva. Os sacerdotes daquele templo suplicaram-lhe que poupasse a deus deles. Em vez disso, ele o espedaçou - e de dentro da imagem derramou-se um tesouro impressionante.
 
== Fontes ==