Diferenças entre edições de "Stato da Màr"

27 bytes adicionados ,  21h48min de 25 de janeiro de 2016
correção link
m (Removing Link GA template (handled by wikidata))
(correção link)
|ano_líder1 =
}}
'''''Stato da Màr''''' ou '''''Domini da Màr''''' ("Estado/Domínio do Mar") era o nome dado às possessões ultramarinas da [[República de Veneza]], incluindo a [[Ístria]], [[Dalmácia]], [[Senhorio de Negroponte|Negroponte]], a [[Moreia (região)|Moreia]] (o "[[Reino da Moreia]]"), as [[ilhas do Egeu]] do [[Ducado do Arquipélago]], as ilhas de [[Creta]] ("[[Reino de Cândia]]") e o [[Reino de Chipre]]. Foi uma das três subdivisões de Veneza, sendo as outras duas o ''[[Dogado]]'', que era a própria cidade de [[Veneza]], e os ''[[Domini di Terraferma]]'', no [[norte da Itália]].
 
A fundação do império ultramarino veneziano se deu por volta do ano 1000 com a conquista da Dalmácia e alcançou o [[:wikt:apogeu|apogeu]] ao final da [[Quarta Cruzada]], com a [[Partitio Romaniae|aquisição de três oitavos]] do [[Império Bizantino]]. Posteriormente, sob uma crescente pressão do [[Império Otomano]], muitos territórios se perderam ou foram reorganizados até que, quando a República de Veneza caiu em 1797, apenas a Ístria, Dalmácia, [[Corfu]] e as [[ilhas jônicas venezianas]] restavam.
 
== Bibliografia ==
40 101

edições