Diferenças entre edições de "Mânio Valério Máximo Corvino Messala"

26 bytes adicionados ,  22h07min de 29 de janeiro de 2016
sem resumo de edição
|local da morte =
}}
'''Mânio Valério Máximo Corvino Messala''' ({{lang-la|''Manius Valerius Maximus Corvinus Messalla''}}), conhecido como '''Corvino Messala''', foi um político da [[gente (Roma Antiga)|gente]] [[Valérios|Valéria]] da [[República Romana]] eleito [[cônsul romano|cônsul]] em 263 a.C. com [[Mânio Otacílio Crasso]]. Era filho de [[Marco Valério Máximo Corvino]], cônsul em 312 e 289 a.C..
 
Em ''"[[De brevitate vitae]]"'', [[Sêneca]] afirma que o [[agnome]] "Messala" vem de [[Messana]] (Messina), o nome da cidade libertada por ele durante sua expedição a Sicília. Transformou-se em um [[cognome]] que distingue a família dos Valérios Messalinos, descendentes de Messal Corvino, e que perdurou por oito séculos.
{{refend}}
 
{{DEFAULTSORT:Maximus Corvinus Mesalla, Manius Valerius}}
[[Categoria:Cônsules da República Romana]]
[[Categoria:Romanos antigos do século III a.C.]]