Abrir menu principal

Alterações

1 061 bytes adicionados, 22h13min de 5 de fevereiro de 2016
{{Quote box|quote="A Guerra dos Mundos (livro) é um texto complexo, aberto a uma série de leituras. O filme de [[George Pal]] baseado nele, A Guerra dos Mundos, no entanto, é bastante simples em sua sensação. A América dos [[anos 50]] é destruída por potentes máquinas de guerra que, neste caso, vieram do espaço, mas que representa claramente o poderio da [[União Soviética]]...O filme de [[George Pal]] é eficiente e não muitoe interessante, mas, como um romance, na verdade é sobre algo. É também, visivelmente, mais parte do futuro gênero guerra do que o romance de Wells - é um aviso sobre despreparo e as suas consequências terríveis".|align=right|width=33em|style=padding:8px|source=— Roz Kaveney<ref>{{citar livro |autor=Anker, Roy M. |ano=2005 |título=From Alien to The Matrix: Reading Science Fiction Film |capítulo= |língua= |edição= |local= |editora=I.B.Tauris |isbn= 9781850438052 |página=256}}</ref>}}
 
''The War of the Worlds'' foi amplamente considerado como um dos melhores [[1953 no cinema|filmes de ficção científica]] pela imprensa norte-americana; recebeu enormes elogios, principalmente pelos seus efeitos especiais, mixagem de som e edição. A ''[[Variety]]'' escreveu, "um dos melhores sucessos de Hollywood ao gênero de [[ficção científica]] do seu tempo".<ref>{{citar web |url=http://variety.com/1952/film/reviews/the-war-of-the-worlds-1200417345/ |publicado=Variety |autor= |título=Review: ‘The War of the Worlds’ | |língua=inglês |obra= |data= |acessodata=5 de fevereiro de 2016}}</ref> Armond White do [[The New York Times]] observou: "[O filme] é uma forma imaginativa concebendo, uma aventura profissional que faz excelente uso do Technicolor, efeitos especiais feitos por uma equipe de especialistas, e os fundos desenhados de forma impressionante...O diretor Byron Haskin, trabalhou a partir de um roteiro apertado de Barré Lyndon, fez está excursão de suspense rápido, e, na ocasião, devidamente arrepiante".<ref>{{citar web |url=http://movies.nytimes.com/movie/review?_r=1&res=9A07E6DD153EE53BBC4C52DFBE668388649EDE&oref=slogin/ |publicado=NY Times |autor= |título=Movie Review The War of the Worlds (1953) | |língua=inglês |obra=NY Times |data= |acessodata=3 de fevereiro de 2016}}</ref>
 
A crítica feita pela Variety, disse que "o grupo de efeitos especiais liderado por Gordon Jennings solta um reinado de terror na tela, de defesa fútil, cidades destruídas, paisagens carbonizados e pessoas reduzidas a cinzas por armas dos invasores"; [[Gene Barry]] e [[Ann Robinson]] foram elogiados "ambos são bons".<ref>{{citar web |url=http://variety.com/1952/film/reviews/the-war-of-the-worlds-1200417345/ |publicado=Variety |autor= |título=Review: ‘The War of the Worlds’ | |língua=inglês |obra= |data= |acessodata=5 de fevereiro de 2016}}</ref>
 
O filme tem 85% de aprovação dos críticos no [[Rotten Tomatoes]]. O consenso é esse: "A Guerra dos Mundos mantém um poder enervante, atualizando o clássico conto sci-fi de [[H.G. Wells]] para a era da Guerra Fria e com alguns dos melhores efeitos especiais de qualquer filme dos anos 1950".<ref>{{citar web |url=http://www.rottentomatoes.com/m/1023137-war_of_the_worlds/ |publicado=Rotten Tomatoes |autor= |título=The War of the World | 1953 |língua=inglês |obra=Rotten Tomatoes |data= |acessodata=3 de fevereiro de 2016}}</ref> O Filmow cita que: "A Guerra dos Mundos é amplamente reconhecido como um dos maiores filmes de ficção científica de todos os tempos".<ref>{{citar web |url=http://filmow.com/guerra-dos-mundos-t10178/ |publicado=Filmow |autor= |título=Guerra dos Mundos 1953 | |língua=português |obra= |data= |acessodata=4 de fevereiro de 2016}}</ref>
 
O filme foi considerado culturalmente, historicamente ou esteticamente significante em [[2011]] pela [[Biblioteca do Congresso]] dos Estados Unidos, e foi selecionado para preservação no National Film Registry<ref>{{citar web |url=http://artsbeat.blogs.nytimes.com/2011/12/27/silence-of-the-lambs-bambi-and-forrest-gump-added-to-national-film-registry |publicado=NY Times |autor= |título=‘Silence of the Lambs,’ ‘Bambi’ and ‘Forrest Gump’ Added to National Film Registry| |língua=inglês |obra=NY Times |data=27 de dezembro de 2011 |acessodata=3 de fevereiro de 2016}}</ref>. A Secretaria assinalou o lançamento do filme, durante os primeiros anos da [[Guerra Fria]] e como ele usou "a paranoia apocalíptica da era atômica"<ref>{{citar web |url=http://www.loc.gov/today/pr/2011/11-240.html |publicado=Biblioteca do Congresso |autor= |título=2011 National Film Registry More Than a Box of Chocolates. | |língua=inglês |obra=Biblioteca do Congresso |data=28 de dezembro de 2011 |acessodata=3 de fevereiro de 2016}}</ref>. A Secretaria também citou os efeitos especiais de cinema, que em seu lançamento eram chamados "de gelar a alma, hackle de fundos, e não para os fracos de coração."
 
== Prêmios ==
Utilizador anónimo