Diferenças entre edições de "Hulk"

3 bytes removidos ,  16h09min de 14 de fevereiro de 2016
sem resumo de edição
| poderes = Super força ilimitada <br /> Resistência física e mental sobre humanas <br /> Agilidade, mira e velocidade sobre humanas <br /> [[Regeneração (biologia)|Regeneração celular espontânea (considerado o maior e mais eficiente fator de cura da Marvel)]] <br />Resistência elevada contra [[magia]]<br />Comunicação com formas astrais
}}
O '''Hulk''', por vezes referido como '''O Incrível Hulk''' (''The Incredible Hulk'', no original em [[língua inglesa|inglês]]) é um [[personagem]] de [[Banda desenhada|quadrinhos]]/[[banda desenhada]] do gênero ''[[super-herói]]'', propriedade da [[Marvel Comics]], [[editora]] pela qual as histórias do personagem são publicados desde sua criação, nos anos [[1960]]. Concebido pelo [[roteiro|roteirista]] [[Stan Lee]] (1922-) e pelo [[desenhista]] [[Jack Kirby]] (1917-1994), teve sua primeira aparição junto ao público original dos [[Estados Unidos]] na revista ''The Incredible Hulk'' n.°1, lançada no mercado americano pela [[Marvel Comics]] em [[maio]] de [[1962]], um título solo do personagem, garantindo-lhe o acesso ao que mais tarde seria popularmente conhecido como [[Marvel Comics|Universo Marvel]] dos [[banda desenhada|quadrinhos]]/[[banda desenhada]]. A partir de então, o Hulk tem aparecido, protagonizando ou não, diversas estóriashistórias da editora, se tornando um dos mais visualmente reconhecíveis da mesma, tendo o universo entorno do personagem se expandido continuadamente ao longo das últimas décadas.
 
Apesar de fugir de diversos padrões pré-estabelecidos para super-heróis enquanto personagem da [[cultura pop]] mundial, Hulk é considerado um [[super-herói]], mais pelas características sobre-humanas por ele apresentadas do que por conceitos bases de inserção no gênero.
== Biografia ==
=== Passado ===
Robert Bruce Banner era o filho do Dr. [[Brian Banner]], um cientista atômico, e sua esposa Rebecca. Embora Rebecca amasse profundamente Bruce, que retribuiu o carinho, Brian odiava o filho. Alcoólatra, Brian Banner foi levado por um ciúme insano por Bruce, por ele ser objeto do amor de Rebeca. Além disso, Brian acreditava que seu trabalho com radiação tinha alterado o seu DNA e lhe deu um filho mutante. Ele finalmente assassinou Rebecca e foi colocado em um hospital psiquiátrico. Bruce, um grande e jovem intelectual, foi criado por sua tia, a senhora Drake, e internalizouinteriorizou sua grande dor e raiva sobre os sofrimentos de sua infância. Bruce mais tarde frequentou a faculdade onde conheceu [[Tony Stark]], com quem iniciou uma grande amizade e também uma rivalidade.
 
Finalmente, como um adulto e um gênio em física nuclear, Bruce passou a trabalhar em um departamento de Defesa dos Estados Unidos, em um centro de pesquisa nuclear na Base do Deserto, no Novo México. Lá ele conhece '''[[General Thaddeus E. "Thunderbolt" Ross|Thunderbolt Ross]]''', o oficial da Força Aérea no comando da base, e sua filha '''[[Betty Ross|Betty]]'''. Bruce e Betty Ross se apaixonaram um pelo outro. Bruce desenhou e supervisionou a construção da "Bomba Gama" ou "Bomba-G", uma arma nuclear, possuindo alto rendimento de radiação gama.
Durante a detonação experimental de uma bomba gama, o cientista Bruce Banner corre para salvar um adolescente que levou para o campo de testes. Empurrando o adolescente, Rick Jones, em uma trincheira, Banner é pego na explosão, absorvendo grandes quantidades de radiação. Ele acorda mais tarde, em uma enfermaria, parecendo relativamente ileso, mas naquela noite se transforma em uma forma cinza pesada que rompe a parede e escapa. Um soldado do grupo de busca que seguiu a criatura não identificada, chamou-a de "Hulk".
A versão original do Hulk foi muitas vezes apresentada de forma simples e rápida com raiva. Suas primeiras transformações foram desencadeadas por causa do sol, e seu retorno se iniciava de madrugada. No entanto, em The Incredible Hulk # 4, Banner começou a usar um dispositivo de raios gama para se transformar à vontade. Nas histórias do Hulk mais recentes, as emoções desencadeavam a mudança. Apesar de ser cinza em sua estreia, as dificuldades com a impressora levaram a uma mudança de sua cor para verde. No conto original, o Hulk se divorcia de sua identidade a partir de Banner, condenando Banner como "o fraco mais fraco na imagem." A partir de suas primeiras histórias, o Hulk tem se preocupado em encontrar refúgio e sossego, e, muitas vezes é mostrado reagindo emocionalmente a muitas situações rapidamente. Grest e Weinberg chamaram Hulk de "o lado negro primordial da psique [Banner]". Mesmo nas primeiras aparições, Hulk falou na terceira pessoa. O Hulk mantém uma inteligência modesta, pensando e falando em frases completas, e Lee ainda dá o diálogo expositivo de Hulk na edição de seis anos, permitindo que os leitores aprendam os recursos que o Hulk tem, quando o Hulk diz: "Mas estes músculos não são apenas para serem mostrados! Tudo que eu tenho que fazer é saltar acima e me manter apenas indo!" Em Marvel: Cinco Décadas Fabulosas das Maiores Histórias em Quadrinhos do Mundo, Les Daniels aborda o Hulk como uma encarnação dos medos culturais da radiação e da ciência nuclear. Ele cita Jack Kirby assim: "Enquanto nós estamos experimentando a radioatividade, não há como dizer o que pode acontecer, ou o quanto os nossos avanços pode custar-nos." Daniels continua: "O Hulk tornou-se a mais perturbadora personificação da Marvel dos perigos inerentes à era atômica". Embora geralmente solitário, o Hulk ajudou a formar tanto os Vingadores e os defensores. Ele foi capaz de determinar se as alterações foram já desencadeadas por estresse emocional.
O Quarteto Fantástico # 12 (Março 1963), caracterizando a primeira batalha do Hulk com o Coisa. Apesar de muitas histórias do Hulk envolverem primeiro o General Thaddeus "Thunderbolt" Ross tentando capturar ou destruir o Hulk, o principal vilão é, muitas vezes, como Hulk; um personagem baseado em radiação, como o Gárgula ou o Líder, junto com outros inimigos, como o HomenHomem-Sapo, ou o asiático chefe militar General Fang. Filha de Ross, Betty ama Banner e critica o pai pela perseguição com o Hulk. O homem do lado direito do General Ross, Major Glenn Talbot, também ama Betty e está dividido entre perseguir o Hulk e tentar ganhar o amor de Betty de forma mais honrosa. Rick Jones serve como amigo do Hulk e é sócio nestes contos iniciais.
Na década de 1970, Hulk foi mostrado como mais propenso a raiva e fúria, e menos falador. Escritores jogaram com a natureza de suas transformações, e brevemente deu o controle para Banner com a mudança, e a capacidade de manter o controle de sua forma como Hulk. As histórias do Hulk começaram a envolver outras dimensões, e em uma, Hulk encontrou a Imperatriz Jarella. Jarella usou magia para trazer a inteligência de Banner para o Hulk, e veio a amá-lo, pedindo-lhe para se tornar seu companheiro. Apesar de Hulk voltar à Terra antes que ele pudesse tornar-se seu rei, ele voltaria ao reino Jarella de K'ai novamente.
Quando Bill Mantlo levou a escrever funções, ele levou o personagem para a arena de comentário político quando Hulk viajou para [[Tel Aviv]], [[Israel]], encontrando tanto a violência do conflito israelense-palestino, e a heroína judeu israelense [[Sabra (Marvel Comics)| Sabra]]. Logo depois, Hulk encontrou o cavaleiro árabe, um super-herói beduíno.
38 326

edições