Diferenças entre edições de "Bernard Francis Law"

1 byte removido ,  02h38min de 15 de fevereiro de 2016
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2001:8a0:f755:8c01:716d:c311:bff2:f244, com Reversão e avisos.
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 2001:8a0:f755:8c01:716d:c311:bff2:f244, com Reversão e avisos.)
'''Bernard Francis Law''' ([[Torreón]], [[México]], [[4 de novembro]] de [[1931]]) é um [[cardeal]] dos [[Povo dos Estados Unidos|Estados Unidos]] e [[arcipreste]] emérito da [[Basílica de Santa Maria Maior]], em [[Roma]], nomeado pelo [[Papa João Paulo II]] em 2004 depois de ter renunciado à [[Arquidiocese de Boston]] em 2002. Desde 1985 ele é o [[Cardeal-presbítero]] da [[Igreja de Santa Susana nos banhos de Diocleciano]].<ref>{{citar web |url = http://www.catholic-hierarchy.org/bishop/blaw.html|título = Bernard Francis Cardinal Law|acessodata = 6 de fevereiro de 2016|autorlink = catholic-hierarchy.org|publicado = Catholic-Hierarchy|língua = inglês}}</ref><ref>{{Citar web|titulo = Cardeal renuncia por causa de escândalos sexuais nos EUA.|url = http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2002/021213_law2amt.shtml|acessodata = 2016-02-06|data = 2002|publicado = www.bbc.com}}</ref>
 
Law foi o pedófilo arcebispo de [[Boston]] até sua renúncia em 13 de dezembro de 2002,<ref>{{cite news|last1 = Paulson|first1 = Michael|title = A church seeks healing|url = http://www.bostonglobe.com/news/special-reports/2002/12/14/church-seeks-healing/WJS0tI6gQP8zQAHjAHVhmL/story.html|publisher = Boston Globe|date = December 14, 2002}}</ref> em resposta ao escândalo de abuso sexual na Igreja Católica Romana depois que documentos da própria igreja mostraram que ele tinha encoberto os abusos sexuais cometidos por dezenas de [[Presbítero|padres católicos]] em sua [[arquidiocese]].<ref name="Globe1">{{cite news|title = Church allowed abuse by priest for years|url = https://www.bostonglobe.com/news/special-reports/2002/01/06/church-allowed-abuse-priest-for-years/cSHfGkTIrAT25qKGvBuDNM/story.html|accessdate = December 5, 2015|publisher = Boston Globe|date = January 6, 2002}}</ref> Foi revelado que um único padre estuprou ou molestou 130 crianças durante várias décadas, mas Law e outras autoridades o transferiram entre as igrejas ao invés de denunciá-lo às autoridades.<ref name="Globe12">{{cite news|title = Church allowed abuse by priest for years|url = https://www.bostonglobe.com/news/special-reports/2002/01/06/church-allowed-abuse-priest-for-years/cSHfGkTIrAT25qKGvBuDNM/story.html|accessdate = December 5, 2015|publisher = Boston Globe|date = January 6, 2002}}</ref> Law também orquestrou acordos secretos para as queixas de abuso feitas contra pelo menos setenta de seus sacerdotes, em que as famílias foram pagas para ficar em silêncio sobre o [[abuso sexual]] e o [[estupro]] de seus filhos.<ref>{{cite news|title = Scores of priests involved in sex abuse cases|url = http://www.bostonglobe.com/news/special-reports/2002/01/31/scores-priests-involved-sex-abuse-cases/kmRm7JtqBdEZ8UF0ucR16L/story.html|publisher = Boston Globe|date = January 31, 2002}}</ref>
 
Apenas dois anos depois de renunciar de sua posição em Boston, que a Igreja chamou de "um passo importante no processo de cura",<ref>{{cite news|last1 = Paulson|first1 = Michael|title = A church seeks healing|url = http://www.bostonglobe.com/news/special-reports/2002/12/14/church-seeks-healing/WJS0tI6gQP8zQAHjAHVhmL/story.html|publisher = Boston Globe|date = December 4, 2002}}</ref> o Papa João Paulo II nomeou Law como Arcipreste da Basílica de Santa Maria Maior em Roma, em 2004. Ele renunciou desta posição ao atingir a idade de 80 anos em novembro de 2011.