Diferenças entre edições de "João Fogaça"

976 bytes removidos ,  18h13min de 20 de fevereiro de 2016
sem resumo de edição
(Desfeita a edição 44670495 de 94.62.123.91)
A 29 de Agosto de 1511, D. Martinho de Castello-Branco, do Conselho e Vedor da Fazenda, foi nomeado Provedor e Procurador da Casa da Aposentadoria da cidade de Lisboa, tal como até aí foi João Fogaça, tendo-o renunciado para a coroa. O beneficiário haverá 10.000 reais de mantimento anual, juntando-se-lhe mais os 20.000 reais recebidos em vida por João Fogaça, quando da morte deste, perfazendo, nessa altura, o total de 30.000 reais.
 
Casou com D. Maria de Eça (c. 1455 - d. 6 de Agosto de 1526), [[Dama]] da [[Rainha]], que a 6 de Agosto de 1526 recebeu Alvará para se lhe dar 5 mil reais em pagamento da metade de seu ordenado. filha de D. [[Garcia de Eça]] e de sua primeira mulher Joana Soares de Albergaria, da qual teve três filhos e uma filha:
* Fernão Fogaça, solteiro e sem geração
* Simão Fogaça, solteiro e sem geração
* Jorge de Eça ([[Ourém]], c. 1474 - ?), Fidalgo da Casa Real e [[Comenda]]dor da [[Ordem de Santiago]], casado com Helena de Alvim ([[Viana da Foz do Lima]] - ?), da qual teve uma única filha:
** Helena de Alvim (c. 1495 - ?), casada com Pedro Couceiro (c. 1475 - ?), [[Cavaleiro]], [[Senhorialismo|Senhor]] da [[Quinta]] de Lamarosa, em [[Tentúgal]], que teve Carta de Cavaleiro de D. [[João III de Portugal]] (Livro 32, Fólio 32v e Livro 50, Fólio 178v), com geração
* [[Joana de Eça (camareira-mor)|Joana de Eça]] (c. 1480 - d. 13 de Setembro de 1572)
 
==Fontes==
Utilizador anónimo