Diferenças entre edições de "Luís de Loureiro"

25 bytes removidos ,  12h44min de 21 de fevereiro de 2016
Desfeita a edição 44868909 de 94.133.176.87
(Desfeita a edição 44868909 de 94.133.176.87)
== Biografia ==
=== Família ===
Nascido no reinado de D. [[João II de Portugal]],<ref name="freguesias.pt"/> era filho de Henrique de Loureiro, por vezes Henrique do Loureiro, nascido cerca de 1460, o qual consta duma Decisão de Phebo ser filho natural legitimado, legitimado por Carta Real de D. [[João II de Portugal]] de 25 de Junho de 1482, que foi Senhor da Casa de seu Pai e sucedeu na [[Honra (circunscrição)|Honra]] e [[Quintã]] de Loureiro, por doação de seu pai, feita a 10 de Setembro de 1485 e confirmada por D. João II a 8 de Junho de 1487, [[Cavaleiro]] d' El-Rei com Carta de Privilégio de [[Fidalgo]] de 9 de Julho de 1487, e grande Cavaleiro em África, onde assistiu muito tempo e onde serviu com valor, foi [[Fidalgo]] da [[Casa Real]] de El-Rei D. [[Manuel I de Portugal]], como consta do ''Livro dos Registos da Câmara de Viseu'', Cavaleiro Fidalgo e Cidadão Nobre da Governança de Viseu, onde foi, nomeadamente, [[Vereador]] do [[Senado]] da [[Municipalismo|Câmara]] pela [[Nobreza]] em 1505, e de sua mulher Brites ou Beatriz Rodrigues Cardoso, filha de Diogo Rodrigues Cardoso e de sua mulher, e irmã de Pedro Rodrigues Cardoso, chamado o [[Surdez|Surdo]], casado e com geração. Este Diogo Rodrigues Cardoso teve uma irmã que se chamou Leonor Rodrigues Cardoso, primeira mulher de Lopo Álvares Cardoso, de Viseu. O seu pai teve uma filha bastarda, Briolanja de Figueiredo, que se criou em casa de Álvaro de Carvalho e de lá casou com Diogo Lopes de Figueiredo, nascido em Viseu, [[Silgueiros]], Silvares, certamente neto ou bisneto doutro Diogo Lopes de Figueiredo, Escudeiro do Infante D. Henrique, morador em Silvares, Silgueiros, Viseu, onde, a 21 de Abril de 1447, recebeu do [[Cabido]] de Viseu o Prazo de três casas, com geração feminina.<ref>{{citar livro|autor=[[Afonso Eduardo Martins Zúquete]]|título=Armorial Lusitano|editora=Editorial Enciclopédia|ano=3.ª Edição, Lisboa, 1987|páginas=|id=317}}</ref><ref name="PL">{{citar livro|autor=[[Cristóvão Alão de Morais]]|título=Pedatura Lusitana|editora=Carvalhos de Basto|ano=2.ª Edição, Braga, 1997|páginas=Vol. 1|id=536}}</ref><ref name="NFP"/><ref>{{citar livro|autor=[[Manuel Eduardo Maria Machado de Abranches de Soveral]]|título=Ascendências Visienses|editora=|ano=|páginas=|id=}}</ref> ''Descendia'' dum [[Monge]] do [[século XII]], [[Frei]] Dionísio, que fundara a Igreja de Santa Maria de Silgueiros, na [[cidade]] Beirã de Viseu.<ref name="GEPB494"/>
 
=== Adail de Safim ===
Utilizador anónimo