Abrir menu principal

Alterações

298 bytes adicionados, 14h42min de 5 de março de 2016
sem resumo de edição
[[File:Scriabine 1903 god.jpg|thumb|230px|Alexander Nikolayevich Scriabin, ccc. 1903]]
'''Alexander Nikolayevich Scriabin''' ([[Língua russa{{lang-ru|Russo]]: Алекса́ндр Никола́евич Скря́бин}}) foi um [[compositor]] e [[piano|pianista]] [[Rússia|russo]] nascido em [[Moscovo]], em [[6 de Janeirojaneiro]] de 1872 ([[Calendário gregoriano|OS]]: 25 de dezembro de 1871). SuasAs suas principais influências foram [[FredericFrédéric Chopin]] e [[Richard Wagner]]. Scriabin foi um dos mais inovadores e mais controversos compositores modernos. A Grande Enciclopédia Soviética diz de Scriabin: "Nenhum compositor foi mais desprezado e ao mesmo tempo mais agraciado por amor ..."
 
==Vida e obra==
De acordo com o calendário juliano, Scriabin nasceu no dia de Natal de 1871 de uma família aristocrática. Quando tinha apenas um ano, a sua mãe, pianista de concerto, morreu vítima de [[tuberculose]]. Scriabin é entregue aos cuidados da avó e da tia, depois do pai partir para a [[Turquia]]. Desde cedo começa os seus estudos musicais com Nikolay Zverev, na altura mestre de [[Sergei Rachmaninoff]] e de outros talentos.
 
Scriabin ingressa posteriormente no Conservatório de Moscovo, estudando com Anton Arensky, Sergei Taneyev e Vasily Ilyich Safonov, demonstrando na altura um assinalável talento como pianista. É, porém, nesta altura que Scriabin lesiona gravemente a sua mão direita ao sentir-se desafiado por Josef Lhevinne, colega de conservatório que posteriormente se tornará um grande pianista. É neste momento que Scriabin compõe a sua primeira grande obra, a sonata em menor, num actoato que definiu como «um grito a Deus e ao Destino».
 
===Vida pessoal===
Scriabin interessava-se pelos trabalhos de [[Nietzsche]] e pela teosofia, claras influências no seu pensamento musical, revelando-se um especial admirador de filósofos como Delville e Hélène Blavatsky.<ref name=Aspen>{{citar web|último=Aspen|título=Scriabin Again and Again|url=http://www.ubu.com/aspen/aspen2/scriabin.html|publicado=Ubu.com|acessodata=28 Julho de 2013}}</ref> Foi grande amigo do Conde Lisounenko, que o introduziu no mundo do [[misticismo]]. Algum tempo antes de morrer planejou um mega-projecto a que chamou “Misterium”,<ref name="Scriabin Society">{{citar web|último=Scriabin Society|título=Alexander Nikolayevich Scriabin|url=http://www.scriabinsociety.com/biography.html|publicado=Scriabinsociety.com|acessodata=28 de Julho de 2013}}</ref> um trabalho multimédia a ser apresentado nos [[Himalaias]] que desencadearia o Armagedão, uma «grandiosa síntese religiosa de todas as artes que faria nascer um novo mundo».
 
Scriabin morreu em Moscovo em 27 de Abrilabril de 1915 (OS: 14 de abril de 1915) por [[septicemia]], contraída como resultado de uma pústula em seu lábio proveniente de um corte ao se barbear<ref name=obs"/>.
 
===Música===
A escrita de Scriabin terá as suas primeiras influências na música do romantismo tardio, especialmente no estilo de Chopin, sonoridade a que a sua primeira fase de composições se assemelha bastante. As formas que usa, aliás, são as mesmas: encontramos nocturnos, [[prelúdios]], estudos e mazurkas. Posteriormente inspirado pelos [[impressionista]]s,<ref name=Galeyev-Vanechkina>{{citar web|último=I.Vanechkina|primeiro=B.Galeyev|título=Was Scriabin a Synaesthete?|url=http://prometheus.kai.ru/skriab_e.htm|publicado=Prometheus.kai.ru|acessodata=28 Julho de 2013}}</ref> pelo cromatismo de [[Liszt]] e [[Wagner]], Scriabin foi personalizando e evoluindo o seu vocabulário musical, evolução que podemos seguir através das suas dez sonatas, das quais as últimas cinco dispensam já as armações de clave e revelam passagens claramente atonais. A harmonia convencional é substituída por sistemas de acordes construídos sobre intervalos invulgares, preferencialmente quartas, e a articulação é dissolvida, tomando muitas vezes uma forma de som em massa, em que os vários acontecimentos se cruzam e atropelam.
 
As suas composições mais célebres são duas obras orquestrais, o ''Poema do Êxtase'' (1908) e ''Prometeu'' (1910),<ref name=Tomás>{{citar web|último=Tomás|primeiro=Lia|título='The mythical time in Scriabin|url=http://users.unimi.it/~gpiana/dm4/dm4scrlt.htm|publicado=Unimi.it|acessodata=28 Julho de 2013}}</ref> peças em que pretendia suscitar no público uma espécie de êxtase místico, fortalecendo a interpretação com efeitos de iluminação nas salas de concertos. Em algumas obras, como ''Prometeu: Poema do Fogo'' (1913), utiliza jogos de cores, fazendo experiências com a [[sinestesia]] na relação de música e cores<ref name="obs">{{citar web|URL=http://observador.pt/especiais/o-pai-do-psicadelismo-morreu-ha-100-anos|título=O pai do psicadelismo morreu há 100 anos|autor=José Carlos Fernandes|data=6-12-2015|publicado=observador.pt|acessodata=5-3-2016}}</ref>. Outros exemplos são o ''Poème divin'' (1905), ''Vers la flamme'' e o ''Poema do Êxtase'' (1908).
 
==Media==
Em Janeirojaneiro de 1910 Scriabin tocou em Moscovo nove das suas obras, a Welte-Mignon, entre elas: [[Multimédia:Skrjabin op 11 1.ogg|''Prelúdio,'' Op. 11, No. 1]], [[Multimédia:Skrjabin op 11 2.ogg|''Prelúdio,'' Op. 11, No. 2 ]] e [[Multimédia:Skrjabin op 40 2.ogg|''Mazurka,'' Op. 40, No. 2]].
 
{{referências}}
{{Portal3|Música|Rússia}}
 
{{DEFAULTSORT:NF|1872|1915|Scriabin, Alexander}}
[[Categoria:Compositores da Rússia]]
[[Categoria:Compositores clássicos do século XX]]
[[Categoria:Naturais de Moscou]]
[[Categoria:Pianistas da Rússia]]
[[Categoria:MortosMortes empor 1915septicemia]]
Utilizador anónimo